qua 27 out 2021
HomeDestaquesCom gols de dois brasileiros, Paris Saint Germain surpreende e avança para...

Com gols de dois brasileiros, Paris Saint Germain surpreende e avança para as quartas

david luiz
David Luiz comemora com fervor a vitória do Paris Saint-Germain (Foto: Reprodução UEFA)

Londres. Noite do dia 11. O termômetro marcava 10 graus, mas a temperatura não foi sentida no jogo entre Chelsea e Paris Saint Germain. Os times se enfrentaram no estádio Stamford Bridge, casa do Chelsea, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. O jogo foi para a prorrogação, mas no fim deu PSG, com um jogador a menos em campo e dois gols dos brasileiros Thiago Silva e David Luiz.

O jogo de ida, realizado no último dia 17 no Parque dos Príncipes, casa do PSG, acabou em 1 a 1, dando vantagem ao Chelsea, que com um empate sem gols ou uma vitória simples no jogo de volta já seria classificado para a próxima fase. Grande parte do público duvidava de uma vitória do Paris Saint Germain.

O Chelsea, invicto e tendo o 4º melhor ataque do campeonato, entrou em campo como favorito. O time trouxe na bagagem a vitória da Copa da Inglaterra e é líder do campeonato inglês. Já o Paris Saint Germain, com apenas uma derrota na Liga, buscava ganhar pela primeira vez o campeonato europeu. O time de Paris lutou do começo ao fim e obteve o resultado: está classificado para as quartas de final. Real Madrid e Porto já estão classificados também.

A batalha

O jogo se manteve equilibrado. No fim do primeiro tempo, o Chelsea tinha 49% de posse de bola, contra 51% do PSG. A partida teve alguns lances contraditórios. Aos 30 minutos do primeiro tempo, o principal jogador do Paris Saint German, Ibrahimovic, deu um carrinho em Oscar e o juiz, pressionado pelos jogadores, deu cartão vermelho. Já aos 27 minutos do segundo tempo, Diego Costa, do Chelsea, cometeu uma falta parecida e levou apenas cartão amarelo.

Após primeiro tempo sem gols e precisando do resultado, o PSG voltou com força total para o segundo, mesmo com um jogador a menos. Em cobrança de escanteio de Willian, a bola sobrou na área para o zagueiro Gary Cahill abrir o placar para o Chelsea, aos 36 minutos.

David Luiz, ex-jogador do Chelsea, disse, antes do jogo, que não comemoraria caso fizesse gols, por consideração a seus ex-colegas de time. A promessa foi por água abaixo aos 41 minutos do segundo tempo, quando o camisa 32 do PSG cabeceou e deixou o placar em 1 a 1.

Na prorrogação, mais dois gols. Hazard, após toque de mão do brasileiro Thiago Silva na área, cobrou pênalti e marcou para o Chelsea. Thiago conseguiu sua redenção ao cabecear para o gol da vitória do PSG aos 9 minutos do segundo tempo da prorrogação. A partida contou com oito brasileiros em campo: Diego Costa, Oscar, Ramires e Willian jogando pelo Chelsea e David Luiz, Marquinhos, Thiago Silva e Thiago Motta pelo Paris Saint Germain.

Enquanto no estádio Stamford Bridge a partida acabou em 2 a 2, classificando o time de Paris para as quartas de final; na Alemanha, o Bayern de Munique goleava o Shakhtar Donetsk por 7 a 0, garantindo também sua vaga para a próxima fase.

Campanha contra o racismo

Torcedores do Chelsea impediram Souleymane S, homem negro, de entrar em metrô de Paris, no último dia 17, antes do jogo de ida entre o time e o PSG, cantando “somos racistas”. O clube se pronunciou convidando Souleymane para assistir o jogo de volta, desta vez no estádio Stamford Bridge.

1073092_heroa
Campanha do Chelsea contra o racismo, somos todos azuis (Foto: Reprodução Getty Images)

O clube fez também uma campanha na revista do time. Vendida antes de todos os jogos, a revista costuma ter jogadores na capa. Na partida de hoje, por conta do caso de preconceito, é a campanha que ilustra a capa e nela está escrito “we are all blue #iguality” – somos todos azuis #igualdade, em referência à cor e ao hino do time inglês.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares