qui 18 abr 2024
HomeCiência & TecnologiaEstudantes criam animação para conscientizar contra assédio no transporte público

Estudantes criam animação para conscientizar contra assédio no transporte público

As cores e os tons utilizados foram pensados como apoio para abordar o tema

Estudantes do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Federal do Paraná (UFPR) desenvolveram uma animação em 2D como estratégia para incentivar discussões sobre assédio e violência sexual. O foco do produto é o “Efeito Espectador”, no qual as testemunhas de um crime não oferecem ajuda às vítimas. O material foi produzido para a disciplina de Comunicação e Gênero, ministrada pelas professoras Michele Goulart Massuchin e Valquiria Michela John, em 2020.

Após realizarem pesquisas, Jéssica Reis, Letícia Eduarda e Sarah Matalon, notaram que o ônibus era o meio de transporte no qual as mulheres se sentem menos seguras. A partir disso, as estudantes criaram a animação para ser veiculada dentro desse espaço, por meio da TV do Ônibus de Curitiba.

As alunas escolheram trabalhar com cores e tonalidades específicas para comunicar a importância da situação. Na história, Nara começa a perder o seu brilho e a sua cor ao sofrer assédio no ônibus e, ao buscar ajuda, se depara com faces acinzentadas que viram os olhos para a cena de violência. Somente quando alguém intervém, no caso Lila – uma mulher que ainda não perdeu a sua saturação, empatia e vivacidade –, que Nara consegue combater a situação de violência e, juntas, denunciam o crime.

A animação foi produzida para incentivar denúncias, ao mostrar que as vítimas não estão sozinhas, e também provocar o público que presencia situações de assédio, mas fica calado.

Confira o material:

Thiago Fedacz
Estudante de Jornalismo da UFPR.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Thiago Fedacz
Estudante de Jornalismo da UFPR.
Pular para o conteúdo