seg 18 out 2021
HomeUFPRBibliotecas da UFPR são aprovadas pelos alunos

Bibliotecas da UFPR são aprovadas pelos alunos

Biblioteca de Ciências Agrárias da UFPR. Foto: Mariana Enns

“Um país se faz com homens e livros”, já disse Monteiro Lobato. Até o começo do ano, a  biblioteca do campus de Comunicação da UFPR contava apenas com livros doados por alunos e monografias antigas, sendo que nenhum dos dois era cadastrado no sistema de biblioteca da UFPR. Depois das mudanças exigidas pelo Ministério da Educação (MEC), o acervo de Comunicação foi transferido da biblioteca de Humanas, localizada no Prédio da Reitoria, para o campus de Comunicação.

Mudanças estruturais também foram feitas, como novas prateleiras, sistema de empréstimo com cadastro, mesas individuais para estudos e sistema anti-furto. Esse ano, 50 mil reais devem ser investidos no acervo de Comunicação. Espera-se que isso ajude a aumentar a circulação de estudantes na biblioteca que, segundo a bibliotecária, Vanessa Nascimento Souza, é em média de 5 alunos por dia, sendo que nem todos pegam livros.

Apesar do acervo das bibliotecas da UFPR ser antigo, na maioria dos casos os alunos estão satisfeitos. “Eu acho a biblioteca boa. Tudo o que eu precisei eu encontrei”, relata a aluna de letras, Anne Caroline Skora de 20 anos, que sempre vai até a Reitoria em busca de livros.

O tamanho do prédio e a beleza da arquitetura variam bastante, mas nenhuma das bibliotecas deixa de ter os sistemas básicos para funcionar. Armários com chave, sistema de busca de acervo e funcionários disponíveis estão presentes em todas.

Além da área dos livros, todas as bibliotecas tem ambiente para estudos com mesas e internet sem fio (wireless). Em algumas, como é o caso da biblioteca de Ciências Sociais Aplicadas, no campus do Botânico, existem até cabines separadas para cada duas pessoas com mesa individual, ponto de energia e wireless. O estudante do quarto ano de economia Vitor França Cândido diz não ter reclamações sobre a estrutura oferecida. “A infraestrutura é boa, mas acho que a maioria dos alunos não sabe aproveitar o que tem à disposição”, diz o estudante. Normalmente a ocupação das cabines de estudos varia entre 30 e 50%.

Para quem está em busca de uma obra específica o processo pode começar em casa. Pelo portal UFPR o aluno pode conferir se o livro desejado existe, sua localização e até reservá-lo. Uma parte do acervo de periódicos também pode ser lido online.

A biblioteca de Ciências Sociais Aplicadas conta com cabines de estudo com ponto de energia e wireless. Foto: Mariana Enns

O objetivo de receber a todos

A acessibilidade para pessoas com necessidades especiais ainda não é uma realidade nas bibliotecas da UFPR. Segundo o mestrando em Matemática e auxiliar de bibliotecário no campus Botânico, Gessen Teodoro da Silva, a biblioteca ainda não está pronta para receber cadeirantes ou deficientes visuais. “Ela foi projetada para ter acessibilidade, mas na prática ficou diferente”, disse Gessen.

Algumas mudanças já estão sendo feitas, a biblioteca de Ciência e Tecnologia no Campus do Politécnico é a que se encontra mais bem preparada para receber a todos. Tem elevadores com sinalização sonora e braille, banheiros adaptados, piso com guia para deficientes visuais, espaço adequado entre prateleiras para possibilitar a melhor circulação de cadeirantes e treinamento e cursos de acessibilidade para servidores, visando o atendimento adequado.

Para Gessen, divulgar toda a estrutura que a faculdade oferece seria o essencial no momento, para que as bibliotecas e o número de usuários cresçam juntos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares

Comentários recentes