qui 28 out 2021
HomeNotas comunicaçãoDebate com jornalista ganhador do prêmio internacional de jornalismo investigativo...

Debate com jornalista ganhador do prêmio internacional de jornalismo investigativo acontecerá na próxima quinta-feira

O jornalista Gabriel Tabatcheik, coautor da premiada série de reportagens Diários Secretos, apresenta na próxima quinta-feira, 26, no Departamento de Comunicação Social (DECOM), da UFPR, uma palestra sobre o trabalho desenvolvido durante os dois anos de investigação dos diários oficiais da Assembleia Legislativa do Paraná (ALP) do período de 1998 a 2009. Gabriel é graduado em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Positivo e hoje trabalha como produtor de telejornalismo da RPC-TV.

O trabalho que foi vencedor de dois dos principais prêmios da imprensa brasileira, Prêmio Embratel/Tim Lopes de Jornalismo e Prêmio Esso de Jornalismo 2010, conquistou também o prestígio internacional. O prêmio Global Shining Light Award de melhor jornalismo investigativo foi entregue na Ucrânia em outubro de 2011, além de outro troféu arrematado no Equador durante a 3ª Conferência Latino-Americana de Jornalismo Investigativo em setembro de 2011.

O reconhecimento nacional e internacional foi importante para demarcar a qualidade e o comprometimento da apuração jornalística no Estado. Considerada um ícone para o jornalismo paranaense, a série que contou com a participação dos jornalistas Karlos Kohlbach, Katia Brembatti, James Alberti e colaboração da produção da Gazeta do Povo e do Grupo Paranaense de Comunicação, GRPcom, denunciou um grandioso esquema de corrupção na Assembleia. Segundo dados do Ministério Público, a ação desviou pelo menos R$ 200 milhões dos cofres públicos por meio de contratações de funcionários fantasmas e laranjas, inclusive de parentes dos envolvidos. Os diários oficiais da ALP contêm todas as contratações feitas pelo órgão e não eram disponibilizados publicamente.

A acusação causou grande indignação na população que saiu as ruas e pediu por uma lei de transparência que impedisse os desvios de dinheiro na Assembleia. Mais do que denunciar ilegalidades essas reportagens serviram para alertar o cidadão do seu dever de participação na fiscalização da coisa pública. O jornalista Gabriel Tabatcheik, afirma a importância de reportagens desta espécie. “Até então, ninguém tinha acesso aos diários. Nós conseguimos entender o que ocorria. Esse é um prêmio dedicado a todos que praticam o jornalismo investigativo”, disse.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares