ter 04 out 2022
HomeEducaçãoVozes em Movimento

Vozes em Movimento

O Coral da Universidade Federal do Paraná (UFPR) se apresentou hoje na Igreja Matriz de Antonina. Mesmo com pouco tempo para ensaiar no local, o coral, regido pelo maestro Álvaro Naldony, cativou o público com um belo espetáculo. “Achei maravilhoso”, afirma a artesã Maria Gapski, moradora de Antonina. A disposição dos artistas na igreja surpreendeu o público; ao invés de ficarem parados, os cantores caminhavam pela igreja, criando novas texturas e um novo clima para as músicas executadas.
O movimento dos cantores na apresentação é fundamental para o espetáculo. Segundo Naldony, a idéia é lidar com as diferentes percepções possí­veis de uma única peça, dividida em diversas linhas melódicas. Como as vozes se deslocam pelo espaço, o conjunto harmônico se modifica de acordo com a posição do público. Não se trata de uma inovação, e sim de um resgate. Naldony afirma que essa é, na verdade, “a genuí­na linguagem coral”. Os corais renascentistas não tinham posição fixa; estas foram, na verdade, instituí­das durante o perí­odo romântico.
Para o maestro, o resultado da apresentação foi surpreendentemente positivo. “Não tivemos tempo de estudar o espaço e a acústica do local”, diz Naldony, “o que poderia ter diminuí­do o impacto da música”. No entanto, a dinâmica foi precisa e a acústica da Igreja Matriz favoreceu a apresentação.
Foi a primeira vez que o grupo se apresentou com essa dinâmica. “As melodias ficaram muito mais ricas, mesmo as produzidas após o perí­odo romântico”, comenta Naldony.
Uma das peças apresentadas, “A Paz”, de Gilberto Gil, causou um certo estranhamento ao público. Ao invés das vozes, o coral foi substituí­do por um grupo de percussionistas, que executaram um arranjo somente em piano e percussão. Para o estudante de engenharia mecânica Ciro Onuki, a peça foi muito bem executada, mas não tinha uma ligação com o resto da apresentação. No entanto, Onuki gostou do resultado final: “acompanho o trabalho do Coral, e posso dizer que essa apresentação condiz com a qualidade e com o talento deles”.
O Coral é um projeto de extensão da UFPR, e é formado tanto por servidores, estudantes e professores como por pessoas sem ligação direta com a universidade.

Maestro Álvaro Naldony
Giovana Ruaro
Improviso do coral UFPR
Giovana Ruaro
Hendryo André
Professor do curso de Jornalismo da UFPR. Orientador do Jornal Comunicação.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Hendryo André
Professor do curso de Jornalismo da UFPR. Orientador do Jornal Comunicação.