seg 25 out 2021
HomeEducaçãoVozes em Movimento

Vozes em Movimento

O Coral da Universidade Federal do Paraná (UFPR) se apresentou hoje na Igreja Matriz de Antonina. Mesmo com pouco tempo para ensaiar no local, o coral, regido pelo maestro Álvaro Naldony, cativou o público com um belo espetáculo. “Achei maravilhoso”, afirma a artesã Maria Gapski, moradora de Antonina. A disposição dos artistas na igreja surpreendeu o público; ao invés de ficarem parados, os cantores caminhavam pela igreja, criando novas texturas e um novo clima para as músicas executadas.
O movimento dos cantores na apresentação é fundamental para o espetáculo. Segundo Naldony, a idéia é lidar com as diferentes percepções possí­veis de uma única peça, dividida em diversas linhas melódicas. Como as vozes se deslocam pelo espaço, o conjunto harmônico se modifica de acordo com a posição do público. Não se trata de uma inovação, e sim de um resgate. Naldony afirma que essa é, na verdade, “a genuí­na linguagem coral”. Os corais renascentistas não tinham posição fixa; estas foram, na verdade, instituí­das durante o perí­odo romântico.
Para o maestro, o resultado da apresentação foi surpreendentemente positivo. “Não tivemos tempo de estudar o espaço e a acústica do local”, diz Naldony, “o que poderia ter diminuí­do o impacto da música”. No entanto, a dinâmica foi precisa e a acústica da Igreja Matriz favoreceu a apresentação.
Foi a primeira vez que o grupo se apresentou com essa dinâmica. “As melodias ficaram muito mais ricas, mesmo as produzidas após o perí­odo romântico”, comenta Naldony.
Uma das peças apresentadas, “A Paz”, de Gilberto Gil, causou um certo estranhamento ao público. Ao invés das vozes, o coral foi substituí­do por um grupo de percussionistas, que executaram um arranjo somente em piano e percussão. Para o estudante de engenharia mecânica Ciro Onuki, a peça foi muito bem executada, mas não tinha uma ligação com o resto da apresentação. No entanto, Onuki gostou do resultado final: “acompanho o trabalho do Coral, e posso dizer que essa apresentação condiz com a qualidade e com o talento deles”.
O Coral é um projeto de extensão da UFPR, e é formado tanto por servidores, estudantes e professores como por pessoas sem ligação direta com a universidade.

Maestro Álvaro Naldony
Giovana Ruaro
Improviso do coral UFPR
Giovana Ruaro
Hendryo André
Professor do curso de Jornalismo da UFPR. Orientador do Jornal Comunicação.
NOTÍCIAS RELACIONADAS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Populares

Comentários recentes