seg 26 fev 2024

Monthly Archives: Agosto, 2009

Falta de clareza marca reestruturação da Escola Técnica




Depois de mais de um ano do início da reestruturação da Escola Técnica da Universidade Federal do Paraná (ET-UFPR), o novo projeto da instituição ainda não foi esclarecido. Segundo o vice-reitor da UFPR e vice-presidente do Conselho Universitário (Coun), Rogério Andrade Mulinari, as mudanças foram necessárias devido à Lei dos Institutos Federais n° 11.892 sancionada pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva em 29 de dezembro do ano passado. Com isso, a Escola Técnica foi dividida em Instituto Federal do Paraná (IFPR) responsável pelo Ensino Médio e Setor de Educação Profissional e Tecnológica. "A permanência do nome Escola Técnica e a não reestruturação poderiam causar confusões", justifica o vice-reitor.

De futuros médicos a pacientes




João Gustavo Loureiro, 19 anos, Brunno Partica da Silva, 25 e Pedro (nome fictício), 20, são estudantes de Medicina de diferentes instituições de ensino. Além disso, os três tem como ponto em comum terem sofrido, e ainda sofrerem, com as grandes dificuldades que enfrentam durante a graduação. Eles continuam nos cursos, mas tiveram que buscar tratamento psicológico para aguentar as situações do início da vida acadêmica. A pressão e o estresse a que os alunos de Medicina são submetidos não é novidade e, em certos momentos, são considerados exagero por pais e colegas. Carga horária intensa, ritmo puxado das aulas e grande quantidade de matérias são agravantes nos quadros psicológicos dos alunos. O psicólogo Clovis Amorim afirma serem três as variáveis que levam alunos de Medicina à situação: a auto cobrança, as relações acadêmicas e a obrigação de ter que saber o conteúdo todo. "A Medicina é uma profissão que não tolera erros. O aluno quer ser sempre o melhor", afirma.

Inscrições para vestibular 2009-2010 da UFPR terminam hoje




A Universidade Federal do Paraná encerra hoje (30) o período de inscrição para o processo seletivo da instituição. Os alunos interessados em concorrer a uma vaga no vestibular 2009-2010 têm até às quatro horas da tarde para fazer o cadastro no site da universidade e pagar a taxa de R$72,00. Para quem pretende fazer a prova como treineiro, sem concorrer a uma vaga, a inscrição custa R$70,00.

Cachorro também pratica esporte




Ernesto tem um compromisso todas as terças e sábados à tarde, que sempre aguarda com ansiedade. Responsável, não falta aos treinamentos e se empenha nos exercícios, sempre à espera de uma recompensa depois de mais um acerto. Após dez minutos de muitos piques e saltos sobre obstáculos, ele está literalmente com a língua de fora e vai descansar. Ernesto é um cão da raça Border Collie e pratica um esporte diferente: o agility.

Calendário dos vestibulares 2009-2010 das principais universidades do PR




Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Inscrições: até dia 30 de setembro de 2009.
Taxa: R$ 72,00. Para quem vai fazer a prova como treinamento, sem concorrer às vagas, o valor é de R$70,00.

Crise é coisa do passado




Há menos de seis meses, todos se perguntavam quais seriam as consequências de uma das maiores crises econômicas e financeiras do capitalismo. O que ninguém poderia imaginar é que, passado um semestre, esses efeitos seriam benéficos, pelo menos para o Brasil. Quem faz esse prognóstico é o economista e apresentador do programa Manhattan Conection Ricardo Amorim.

Centros de triagem representam papel central na luta contra o tráfico de animais




A vontade de ter em casa um animal de estimação diferente dos tradicionais e de enfeitar ambientes com animais embalsamados alimenta o comércio ilegal de animais. Estimativas da Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres (Renctas) apontam que uma cidade como São Paulo pode ter até seis milhões de animais vivendo nas residências. Resultado: de cada 10 bichos capturados, nove morrem no caminho e só um chega às mãos dos compradores, segundo dados da World Wildlife Fund (WWF, na sigla em inglês, ou Fundo Mundial para a Natureza).

Campanha ‘Ficha Limpa’ arrecada mais de um milhão de assinaturas e vira projeto de lei




Após 18 meses arrecadando assinaturas, a campanha 'Ficha Limpa', organizada pelo Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), deixará as ruas e comitês e será apresentada ao Congresso Nacional como projeto de lei (PL). A proposta apresenta novos impedimentos ao registro de uma candidatura, como pessoas condenadas em primeira ou única instância por crimes considerados graves como racismo, homicídio, estupro, tráfico de drogas e desvio de verbas públicas, além de compra de votos e uso eleitoral da máquina administrativa. Parlamentares que renunciaram ao cargo para evitar abertura de processo também seriam proibidos de se candidatar.

Abertas inscrições para mestrado em música




Estão abertas as inscrições para o curso de Mestrado em Música da UFPR até 23 de outubro. São 24 vagas, distribuídas em quatro linhas de pesquisa e por professor orientador. O resultado da primeira etapa da seleção, feita através de análise de pesquisa, será divulgado em edital no dia 3 de novembro. A segunda etapa, que consta de prova escrita e entrevista, será realizada nos dias 5 e 6 de novembro. As inscrições podem ser feitas na Rua Coronel Dulcídio, 638, de segunda a sexta-feira, das 14 às 17 horas.

Feira do Livro é promovida na UFPR




A Editora UFPR promove, de 5 a 9 de outubro, a VII Feira Universitária do Livro, no pátio da Reitoria. O atendimento será das 9 às 20 horas. Além de publicações da Editora UFPR, será possível encontrar livros de editoras de várias outras universidades públicas de expressão nacional, como UEPG, UEL, UFMG, UNICAMP, USP e UNESP. A entrada é gratuita.

Parada Gay recebe apoio de políticos curitibanos




No mês de setembro (27), ocorreu a 12ª Parada da Diversidade LGBT lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais de Curitiba. Mais do que o brilho e as fantasias, o evento serve para mostrar a luta pelos direitos civis dos homossexuais. Para o presidente da Associação Paranaense da Parada da Diversidade Appad, Márcio Marins, a festa que reuniu mais de 120 mil pessoas é, acima de tudo, um ato político. Apesar da falta de apoio da bancada evangélica, o movimento gay levou para a passeata muitas autoridades e lideranças políticas.

“Amai-vos uns aos outros”




Em busca do respeito e da igualdade de direitos, muitos participantes da Parada da Diversidade LGBT, que ocorreu nesta semana (27), em Curitiba, contestavam a posição da Igreja Evangélica e de seus representantes políticos. "Alguns religiosos fundamentalistas vêm impedindo a consolidação das conquistas de direitos civis", afirma o chefe do setor de comunicação da Associação Paranaense da Parada da Diversidade (Appad), Igo Martini. Ele se refere ao veto da Câmara Municipal ao pedido para que a Appad fosse declarada entidade de utilidade pública. Esse título daria à associação, entre outros benefícios, o direito de firmar convênios com órgãos públicos e a ter isenção da taxa de alvará de funcionamento.

12ª Parada da Diversidade LGBT atrai multidão para o Centro Cívico




O arco-íris vestiu a Rua Cândido de Abreu, entre a Praça 19 de Dezembro, também conhecida como Praça do Homem Nu, e a praça Nossa Senhora Salete, nesse domingo (27). Não no céu, pois a combinação de sol e chuva não quis presentear a 12ª Parada da Diversidade LGBT lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais com o fenômeno meteorológico que seria tão bem vindo nesse dia. Mas sim na bandeira carregada por milhares de apoiadores da causa, que levantaram as cores do movimento.

Profissão: Pedinte




Acordar cedo, pegar ônibus, trabalhar o dia inteiro e voltar para casa à noite é a rotina da grande maioria da população economicamente ativa de Curitiba. Não é diferente com Renato Monteiro, exceto pela ocupação que exerce, não reconhecida legalmente: a de pedinte. Sem carteira assinada, folgas ou qualquer direito trabalhista, ele sobrevive das doações que recebe daqueles que ainda se comovem com sua situação.

Uma ‘maniazinha’ que incomoda




"Já tive a mania de arregalar os olhos, bater as mãos em determinados azulejos na hora do banho, levantar um ombro, ver se as portas de casa estão trancadas realmente, se o gás está bem fechado, pentear os cabelos com os dedos, entre outras. Recebia apelidos dos alunos por tudo isso", conta o professor Márcio Lisboa, de 40 anos, que sofre de tiques desde a infância. Parece até engraçado, mas cacoetes e manias podem alertar as pessoas para uma doença chamada Síndrome de Tourette.

Portal da Transparência divide opinião de especialistas




Aprovada neste ano, a resolução 131/09 prevê que o Portal da Transparência da Assembleia Legislativa do Paraná informe em tempo real as prestações de contas dos deputados sobre as verbas de ressarcimento, além de dados como as despesas gerais do Legislativo e a relação de servidores. Mas, completando um mês no ar neste domingo (27), o site ainda gera dúvidas se realmente está cumprindo o objetivo de ser um espaço em que o cidadão paranaense possa conhecer aspectos da gestão administrativa, financeira e fiscal do legislativo.

Natação para bebês: quanto antes, melhor




"Olha a borboleta, bebê!" - diz a professora. A mãe acompanha, repete o pedido para a criança olhar e aponta para cima, em direção a borboleta. O desenho no teto é uma das peculiaridades de uma aula de natação para bebês. Essa distração ajuda a criança a se recuperar rapidamente ao se engasgar com a água da piscina.

Seminário na UFPR discute anistia política no Brasil




O curso de Direito da UFPR promove entre os dias 30/09 e 01/10 o Seminário "Direito à Memória e à Verdade: 30 anos de Luta pela Anistia Política". O objetivo do evento é fazer o questionamento da reconciliação política nacional conduzido em 1979 e discutir dilemas ainda presentes, como as violações contra direitos humanos cometidas pelo regime militar.

Arca de Noé




Cachorro-vinagre, onça-pintada, guará e papagaio-de-cara-roxa. O que esses animais tão diferentes têm em comum? Eles correm o risco de desaparecer da face da Terra. Entre os anos 1600 e 1900, uma espécie animal ou vegetal era extinta a cada quatro anos. Hoje, a apenas 3 meses do Ano Mundial da Biodiversidade (2010), de acordo com o Fundo Mundial para a Natureza (WWF, na sigla em inglês), calcula-se que esse número seja de uma extinção a cada 20 minutos.

Arte a céu aberto movimenta Curitiba




O labirinto de grades chama a atenção de todos que passam. De repente chega um grupo e nele pendura uma faixa com os dizeres: "Colabore com a evolução da espécie. Deixe o carro em casa". Acompanhados de violão, megafone e garrafa térmica de chá de melissa, os jovens convidam os ciclistas a tomarem café da manhã com eles. Alguns aceitam, muitos olham com estranheza e outros afirmam estar com pressa. Mas dificilmente o movimento passa despercebido.

POPULARES

Pular para o conteúdo