qui 21 out 2021
HomeEducaçãoAnos 80 e irreverência

Anos 80 e irreverência

Ontem à noite, o palco principal do 17º Festival de Antonina, deu lugar à irreverência da banda Denorex 80. Com um vasto repertório de sucessos da década de 80 e diversos figurinos, a banda animou o público do festival durante mais de duas horas.
Os oito integrantes da banda Alexandre Nero, Gilson Fukushima, Jorge Falcon, Jana Mundana, Rosana Stavis, Sergio Justen, Mauricio Vogue e Zé Loureiro Neto – fizeram perfomances hilárias e deixaram o público nostálgico com os revivals de bandas como Blitz, RPM, Titãs e Barão Vermelho.
“Somos um bando de artistas loucos, video-makers, bailarinos, músicos, atores. Resolvermos fazer uma brincadeira, o dinheiro e a fama vieram depois, estamos aqui para quebrar os costumes curitibanos”, brincou Rosana, em entrevista para a TV Comunicação.
Eles começaram o show com um medley de sucessos da época, como Eva Venenosa, Vamos a La Playa e tema do Rock In Rio. Abusando dos teclados com efeitos e microfones com eco, Jana cantou Like a Virgin da Madonna com seus colegas de banda dançando em volta com véus de noiva e copos de whisky.
Com o aviso “tire as crianças da sala”, Mauricio Vogue berrou “Eu quero sexo” do Ultraje a Rigor. A banda ainda agitou o público com os versos de Cazuza em Exagerado. Em seguida, o público se animou ao som de Rádio Pirata, sucesso do RPM.
Saindo um pouco do Rock nacional, a banda tocou sucessos do A-Ha, Guns n” Roses e The Cure. Madonna parece ser a preferida, pois o público pode dançar ao som de Material Girl e Girls Just Wanna Have Fun.
Quase no fim do show, o convidado especial da noite, Paulo Miklos subiu ao palco para cantar sucessos de sua banda Titãs. Animado, vestindo uma camiseta de Raul Seixas, Miklos pulou e gritou em Lugar Nenhum, Soní­fera Ilha e Homem Primata. O público ainda cantou junto com a banda a balada É preciso Saber Viver da dupla Roberto Carlos e Erasmo Carlos.
Por fim, a banda fez novamente um medley, dessa vez com cançoes da banda infantil Balão Mágico e da cantora e apresentadora Xuxa.
A apresentação agradou muito o público na faixa dos 30 anos. Relembrando o perí­odo da adolescência, eles pulavam e cantavam ao som do Denorex 80. “Essa é a música da minha época, adoro relembrar”, contou Laisa Bastos que segurava no colo uma garotinha de dois anos que também adorou o show.
Fernanda Vitório, de 13 anos, também curtiu o show. “Esse tipo de show traz cultura para nossa cidade, adoro as músicas dos anos 80, acho que conheço mais do que o pessoal da época”, conta.
Já o estudante da UFPR, César Souza não gostou da apresentação. “Quem é dos anos 90 não conhece as músicas, acho que erraram no público alvo”, reclama. Outro estudante da universidade, Bruno Dalla, acha que a proposta do festival é mais cultural e Denorex 80 não se encaixa nesse perfil. . “É como uma banda de formatura com perfomances debochadas”, arremata César.

Paulo e Jana, integrantes do Denorex 80, animam noite de abertura do Festival de Antonina
Assessoria de Comunicação UFPR
NOTÍCIAS RELACIONADAS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Populares

Comentários recentes