seg 18 out 2021
HomeCiência & TecnologiaEncontro internacional atrai dezenas de estudantes para discutir a física e o...

Encontro internacional atrai dezenas de estudantes para discutir a física e o funcionamento do solo

O  Brazilian Soil Physics Meeting (BSPM), realizado entre os dias 4 e 8 de maio no campus Agrárias da UFPR, reuniu cerca de 120 estudantes de várias regiões do Brasil e do mundo. Voltado para uma maior compreensão do funcionamento do solo, o evento contou com palestras, seminários e exibições de pôsteres de mestrado direcionados ao estudo dos impactos dos agrotóxicos, das chuvas e do calor na terra, para assim desenvolver técnicas de cultivo mais eficientes e menos agressivas.

As palestras foram ministradas em inglês por professores de Universidades de ponta do Brasil, Estados Unidos e Bélgica.  (Foto: Prattica)
As palestras foram ministradas em inglês por professores de universidades do Brasil, Estados Unidos e Bélgica.
(Foto: Prattica)

Para o professor de Engenharia Florestal da UFPR e palestrante do evento Nelson Luís da Costa Dias, o encontro é de extrema importância para estudantes e mestrandos das áreas ambientais, uma vez que debates e exposições de teses possuíram espaço prioritário na programação. “A física dos solos é voltada para compreender aquilo em que todos nós pisamos e cultivamos: graças a ela sabemos qual a melhor forma de lidar com o solo, para assim evitarmos acidentes como intoxicação de lençóis freáticos e deslizamentos de terra, por exemplo”, explica Dias.

De acordo com o aluno de mestrado e engenheiro agrônomo Henrique Guerra, o grande chamariz do encontro é a variedade de pesquisadores influentes no meio de pesquisa, que abordam de maneira complementar o mesmo tema. “Cada palestrante apresentou outra forma de entender e enxergar o que já é consagrado na física do solo. Com certeza vários paradigmas foram quebrados, o que é muito bom para quem deseja seguir na área de pesquisa”, conclui Guerra.

A oportunidade de participar do BSPM só tem a acrescentar, como afirma o presidente do evento e o professor da UFPR Robson Armindo: “Tenho certeza de que todos os participantes aprenderam muito mais nessa semana de palestras do que em salas de aula. Não somente pela riqueza de abordagens e discussões, mas também pela troca de experiências. Isso é o mais enriquecedor”.

 

Física do solo na UFPR

Devido ao crescimento de sua relevância no cenário científico mundial, a abordagem da física do solo na UFPR tem aumentado nos últimos anos. Antes presente somente em algumas disciplinas dos cursos de Agronomia e Engenharia Ambiental, o tema tem atualmente um departamento inteiro voltado para o seu estudo, distribuído pelos setores de cursos como Engenharia Florestal e Ambiental, Agronomia, Geografia e até mesmo Engenharia Elétrica. “O assunto é tratado com enfoque teórico, prático e com muitas discussões, não somente nas disciplinas de Física do Solo que ministro, mas em muitos programas de graduação e pós-graduação da Universidade”, afirma o professor Armindo.

Como forma de provar à sociedade a importância do estudo da física do solo, bem como para desenvolver suas pesquisas, os estudantes do assunto realizam medições por todo o Paraná. De acordo com o professor, ao mesmo tempo em que compreendem melhor o impacto do calor e do ciclo hidrográfico no solo, os estudantes desenvolvem relatórios que otimizam o rendimento da cultura de soja e do trigo, contribuindo para um aumento na produção agrícola. “Dessa maneira, além de contribuírem para o enriquecimento do campo científico, os estudantes estão ajudando também a sociedade”, conclui Armindo.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares

Comentários recentes