dom 17 out 2021
HomeDestaquesGreve no transporte público altera rotina de escolas em Curitiba

Greve no transporte público altera rotina de escolas em Curitiba

Sem ônibus, muitos alunos, funcionários e professores não conseguiram chegar às escolas. Na foto, terminal do Capão Raso vazio pela manhã. (Foto: Vinícius Carvalho)

A greve do transporte coletivo em Curitiba fez com que a rotina de algumas escolas da região central da cidade fossem alteradas. No Colégio Estadual Tiradentes, na Rua Presidente Faria, dos 250 alunos matriculados no período da tarde, apenas 30 foram para a aula. Em conjunto, os alunos realizaram atividades pedagógicas que incluíram jogos e arte.

Já no Colégio Estadual do Paraná (CEP), os 50% dos alunos que foram para escola tiveram aula normal, sem trabalhar conteúdos novos. Segundo a Diretora Geral do CEP, Laureci Schmitz Rauth, a greve é um problema social e a escola não pode dar continuidade nas aulas se metade da turma não está presente. “Os alunos tem aula normal, mas de revisão”, diz. Além da falta de alunos, 90% dos funcionários de serviços gerais e 62% dos administrativos faltaram.

O Colégio Estadual Dr. Xavier Silva, na Avenida Silva Jardim, teve que suspender as aulas e os poucos alunos que compareceram foram dispensados, já que apenas 1% dos funcionários conseguiram chegar até a escola. A preocupação de Ednamar Salvina Silva, Diretora Geral do colégio, é que a greve persista e atrapalhe o calendário escolar que “já está puxado por causa da Copa”.

Segundo as direções das escolas, se a greve continuar, caberá a Secretária Estadual de Educação, SEED, definir como as aulas serão repostas e a torcida das escolas é que esta reposição seja feita em conteúdo e não em horas aula.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares

Comentários recentes