qui 28 out 2021
HomeCidadeNova edição da coletânea literária Livro dos Novos é lançada

Nova edição da coletânea literária Livro dos Novos é lançada

O livro é a porta de entrada para jovens escritores curitibanos (Crédito: Vinicius do Prado)
O livro é a porta de entrada para jovens escritores curitibanos (Foto: Vinicius do Prado)

Na última quarta-feira (18), a Livraria da Vila do Shopping Pátio Batel foi palco do lançamento da segunda edição do Livro dos Novos, trabalho que reúne contos de dezesseis autores entre 20 e 30 anos.

Adriana Sydor é a idealizadora do projeto e foi responsável por selecionar os textos presentes na obra. A proposta da coleção surgiu há dois anos.

“A editora sempre recebeu muitos textos, mas às vezes não fazia sentido publicar. Chegou uma hora que tínhamos tanto material que resolvemos fazer uma antologia e lançar”, conta. O interesse dos jovens por ter seu trabalho na coleção aumenta a cada edição. “Hoje mesmo já recebi novos textos”, confidencia.

Para Adriana, dar espaço à nova safra de autores é fundamental. “As pessoas não precisam ter 200 anos de nascimento pra fazer uma coisa boa,é importante a juventude escrever histórias do nosso tempo”, ressalta.

Livro reúne nata da literatura jovem

Para chegar ao número final de dezesseis textos, houve um processo de seleção que reuniu cerca de 100 candidatos. Destes, 25 foram escolhidos por Adriana e passaram por um conselho que, sem saber a autoria das histórias, escolheu quais fariam parte do livro. Uma decisão difícil para Sydor. “Fazer seleção de textos é a pior coisa do mundo!”, revela.

O repórter do jornal Tribuna do Paraná Jadson André foi um dos eleitos. Para o jornalista, ser publicado dá mais gabarito ao seu trabalho. “Um livro exige uma estrutura pra sair, é mais demorado. Por isso as pessoas dão mais valor ao texto”, relata. Jadson busca inspiração em suas referências literárias. “Meus escritores preferidos são o chileno Roberto Bolaño e meu conterrâneo de estado Dalton Trevisan”, conta.

Antes de publicar em livros, Jadson escreveu para jornais literários (Crédito: Vinicius do Prado)
Antes de publicar em livros, Jadson escreveu para jornais literários (Foto: Vinicius do Prado)

UFPR é berço de jovens escritores

Na segunda edição do Livro dos Novos, sete autores estudam ou já passaram pela instituição. Para Rafael de Andrade, 21, aluno do quinto ano de jornalismo na UFPR, fazer um texto é uma forma de reflexão. “Escrever é um meio para entender melhor o que eu estou pensando”, define. Admirador da obra de Dostoievski, o estudante acredita que o apoio a escritores novos é limitado. “Em Curitiba, se você encontra as pessoas certas, há oportunidade de mostrar seu trabalho. Mas quando você quer viver disso, aí fica mais difícil”, constata.

Celso Alves é formado em Publicidade e Propaganda e fez parte da primeira edição da coleção. O que começou como fuga às frases curtas da profissão se transformou em paixão eternizada nas páginas de um livro. O longo alcance de uma publicação motiva o escritor. “O fato dos personagens ganharem vida na cabeça de pessoas que eu não conheço é o que mais me agrada quando um texto meu é lançado”, afirma.

Para Celso, a literatura é mais competitiva que outras áreas: “Quando você joga futebol, geralmente é com pessoas da mesma idade. Mas na escrita você joga com gente que já morreu ou que está no auge da produção”.

O público compareceu à Livraria da Vila para o lançamento (Crédito: Vinicius do Prado)
O público compareceu à Livraria da Vila para o lançamento (Foto: Vinicius do Prado)
NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares