dom 14 abr 2024
HomeDestaquesPrimeiro Show de Taylor Swift no Brasil é palco de tragédia e...

Primeiro Show de Taylor Swift no Brasil é palco de tragédia e decisão do Ministério da Justiça

Primeiro Show da cantora estadunidense é marcado por morte de fã e decisão do governo federal para evitar mais tragédias.

Nesta sexta feira (17/11) o estádio Nilton Santos, também conhecido como engenhão, localizado na cidade do Rio de Janeiro foi palco não só do primeiro show em solo brasileiro da “ The Eras Tour”, promovida pela artista estadunidense Taylor Swift, como de uma série de polêmicas e tragédias que envolvem desde a morte de uma fã ao desmaio mais de 1000 pessoas devido às péssimas condições oferecidas pela organização do evento.

 

O show que marca o retorno da artista ao Brasil em uma turnê que teve todos os seus ingressos esgotados foi marcado por uma sensação térmica de 60ºC e vários atendimentos devido a desidratação e desmaios. Além da morte da estudante de psicologia, Ana Clara Benevides Machado, de 23 anos, por parada cardiorrespiratória. 

 

Apesar de ter gerado um lucro de 93% a mais para a organizadora de eventos Times 4 Fun (T4F), em comparação ao ano anterior, isso parece não ter sido o suficiente para a empresa que decidiu além de impedir a entrada de garrafas próprias, cobrar, segundo testemunhas, 10 reais por copos de água de 350 ml. Uma decisão que somada aos resultados do primeiro show e ao contexto da onda de calor chegou a motivar uma movimentação do Ministério da Justiça, que determinou pela Secretaria do Consumidor do Ministério da Justiça, a permissão da entrada de garrafas para uso pessoal e a disponibilização de ilhas de hidratação para o público. 

https://twitter.com/FlavioDino/status/1725890665865695252
Tweet em que ministro da justiça Flávio Dino anuncia a decisão da Secretaria do Consumidor permitindo a entrada de garrafas e disponibilizando ilhas de hidratação para o público

Vídeo em que Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro, comenta o show da cantora e demonstra consciência da grande movimentação que a cantora causaria na cidade

A artista até chegou a distribuir alguns copos da água no meio de sua apresentação, mas isso não foi o suficiente para suprir a demanda causada por 60 mil pessoas e uma das semanas mais quentes na história do Brasil.

Giovanna Gequelin Chagas, de 18 anos, foi de Curitiba até o Rio de Janeiro para ver as apresentações da cantora, foi vítima de 2 arrastões e se demonstra frustrada com as condições proporcionadas por todas as entidades que tinham responsabilidade na produção do evento. “Presenciei dois arrastões, passei calor muito maior do que o esperado, tava difícil de respirar e eles [a organização do evento] estavam cobrando 10 reais por uma quantia ínfima de água.”

A T4F anunciou recentemente (após decisão da Secretaria do Consumidor do Ministério da Justiça) a permissão da entrada de garrafas de água no show além da disponibilização de água para os espectadores, declarando que a proibição inicial seriam decisões de órgãos públicos e a venda de água responsabilidade da administração do estádio. Mas ainda restam dúvidas em relação a utilização de tapumes que prejudicariam a ventilação e o policiamento da rua pós show. Também vale lembrar que essa tragédia não é exclusiva da T4F ou de cantores como Taylor, após a polêmica a produtora dos shows da banda mexicana RBD anunciou que também permitirá a entrada de copos e garrafas de água nas próximas apresentações.

T4F, produtora do evento anuncia a permissão de garrafas e o fornecimento de água ao público.

 

Pronunciamento da Live Nation, produtora dos shows do RBD a respeito da entrada de garrafas de água e disponibilização do recurso para o público

A esperança geral do público é que além das empresas e dos envolvidos serem devidamente responsabilizados pelas tragédias que já aconteceram medidas sejam tomadas para prevenir futuras perdas humanas.

Devido a onda de calor, a popstar também adiou o Show que ocorreria neste sábado (19/11), segundo o prefeito, a nova data do show deve ser segunda feira (20/11). Em nota nas redes sociais ela afirmou que a decisão foi feita de forma a prezar pelo bem estar dos fãs e da equipe envolvida no show.

 

Post publicado no Instagram em que Taylor adia o show. Em tradução lê-se: “”Estou escrevendo isso do meu camarim no estádio. Foi tomada a decisão de adiar o show desta noite devido às temperaturas extremas no Rio. A segurança e o bem-estar dos meus fãs, colegas artistas e equipe técnica devem e sempre virão em primeiro lugar”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Pular para o conteúdo