sex 07 out 2022
HomeCulturaResistência da cultura indígena: vivendo em constante ameaça

Resistência da cultura indígena: vivendo em constante ameaça

O filme retrata a vida dos índios Xetá, Kaingang e Guarani que habitam uma aldeia localizada no bairro Campo de Santana, em Curitiba

Reflexões sobre política, cultura, língua, trabalho, identidade e trajetória de vida são algumas das questões abordadas, com muito impacto, no documentário Kakané Porã, Aldeia Urbana (2018). O filme retrata a vida dos índios Xetá, Kaingang e Guarani que habitam uma aldeia localizada no bairro Campo de Santana, em Curitiba.

Kakané Porã é considerada a primeira aldeia urbana da Região Sul do Brasil e a terceira do país todo. Com o objetivo de aproximar as pessoas à causa indígena, que (sobre)vive em constante ameaça após as eleições de 2018, o material busca dar visibilidade à aldeia, ainda pouco conhecida pelos próprios moradores da capital paranaense.

Nesta imersão de quase 27 minutos, a jornalista Mariana Wiedmer Fachini explora a visão da própria comunidade sobre Curitiba e a resistência da cultura indígena no meio urbano. O documentário, orientado pelo professor Elson Faxina, é resultado do Trabalho de Conclusão de Curso em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo na Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Mônica Ferreira
Estudante de Jornalismo da UFPR.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Mônica Ferreira
Estudante de Jornalismo da UFPR.