dom 21 abr 2024

Monthly Archives: Julho, 2007

Polícia divulga retrato falado de homem suspeito de matar universitária




A polícia divulgou na tarde desta sexta-feira (24), com base nos depoimentos já colhidos, o retrato falado de um rapaz suspeito de envolvimento na morte da estudante de educação física Ana Cláudia Caron, 18 anos. Pelas descrições, o jovem tem 17 anos, 1,60m de altura, pesa cerca de 63 kg, tem pele clara e olhos castanhos. De acordo com a polícia, o rapaz estaria usando uma touca preta. Quem tiver informações deste rapaz pode ajudar a polícia ligando para o telefone: 3262-2800.

Passeata no sábado homenageia estudante da UFPR




Neste sábado (25), uma passeata lembrará a morte de Ana Cláudia Caron. A estudante de educação física da UFPR estava desaparecida desde terça-feira (21), quando, segundo testemunhas, foi rendida por dois homens em frente à academia que freqüentava, na Rua Paula Gomes. O corpo de Ana Cláudia foi encontrado na quinta-feira (23) em Almirante Tamandaré, perto da Rodovia dos Minérios. O enterro da universitária aconteceu nesta manhã, no Cemitério Paroquial São Marcos, no bairro Abranches, em Curitiba. Os alunos do curso de educação física foram dispensados das aulas neste dia. A polícia está investigando o caso e trabalha com as hipóteses de seqüestro relâmpago, roubo do carro da vítima e vingança.

Crítica: Conflito em sociedade resulta em assassinato




Um assassinato misterioso. A vítima que retorna a fim de descobrir quem foi o responsável por sua morte. Essa é a premissa básica da comédia policial Giovani, Luigi e Montenegro, em cartaz no Teatro Regina Vogue.

Funcionários dos Correios promovem paralisação de 24h




Os trabalhadores dos Correios de Curitiba e de outras cidades do país realizaram uma paralisação de 24 horas nesta última quinta-feira (23) para pressionar a direção da empresa a negociar uma série de reivindicações. A assessoria do Sindicato dos Trabalhadores nos Correios do Paraná (Sintcom-PR), que organizou o movimento, diz que se a paralisação não surtir o efeito desejado, os trabalhadores poderão entrar em greve a partir de setembro.

Sai da frente que atrás vem gente




Uma buzinada aqui, um xingamento abafado ali, uma janela aberta acolá. Do vidro retrovisor alheio, um nada amigável punho fechado empunhando o dedo cruel, símbolo de desejos nada amigáveis: o do meio. Junte aí um sinal vermelho no centro de Curitiba às 18h30 da tarde e, pronto, a combinação é explosiva.

Curitiba novamente sob um olhar




Desde segunda-feira (20), o blog Um Olhar sobre Curitiba está sendo atualizado com novas reportagens sobre a cidade, sua cultura, comportamento, política, economia e negócios, ciência e tecnologia, meio ambiente e esportes. O blog é parceiro do Comunicação On-line, porém não possui nenhum vínculo editorial com o jornal.

Crítica: Montanha-russa em Paris




Paris, te amo começa irregular, e vai assim até o fim de suas mais de duas horas de curtas-metragens. O projeto, que contou com vinte e um diretores de inúmeras nacionalidades para realizar dezoito filmes sobre o amor em Paris, tem alguns pontos altos, verdadeiras jóias cinematográficas, mas também alguns curtas que parecem ter sido realizados sem o tão falado amor à cidade das luzes. Cada um dos episódios mostra uma história em um arrondisement (a divisão distrital de Paris) ou nos marcos postais, como, por exemplo, a Torre Eiffel.

UFPR promove seminário sobre altas habilidades e superdotação




A UFPR deu um importante passo na educação inclusiva ao promover o I Seminário de Altas Habilidades e Superdotação, encerrado nesta terça-feira (21). O objetivo do evento, organizado pelo Núcleo de Apoio às Pessoas com Necessidades Especiais (Napne), foi esclarecer a professores, pais e portadores de altas habilidades sobre a necessidade de políticas de assistência especial para superdotados. Foi anunciada, ainda, a intenção da Universidade de implantar medidas para a inclusão de docentes preparados para lidar com superdotados no ensino superior.

Democratização ou centralização?




O filme Saneamento Básico, em cartaz nos cinemas de todo o Brasil, conta a história de um grupo de moradores de uma pequena cidade do Rio Grande do Sul que, insatisfeitos com uma fossa de esgoto a céu aberto, vão à prefeitura reclamar. O problema é que o único recurso disponível (dez mil reais) é destinado à produção de um curta-metragem local, que concorreria a um prêmio em dinheiro. Eles decidem, então, fazer o filme, mesmo sem nenhum conhecimento sobre produções cinematográficas, com o objetivo de ganhar o concurso, a verba e a visibilidade. Claro que nem tudo é tão fácil quanto parece, e a graça é justamente essa: os percalços por que passam as personagens até que o curta fique pronto são extremamente engraçados.

Ah, se o fusca deles falasse!




Jack tem 76 anos e pouco sai de casa. Seus passeios de quintas e sábados só acontecem mesmo se não houver nenhum sinal de chuva, ou lama, ou pó. Banho toma semanalmente, com supervisão constante. Embora apresente uma exímia capacidade para correr, Jack pouco pode colocá-la em prática precaução para que não acumule comprometedores arranhões ou machucados.

Mesa-redonda discute greve dos servidores




Na quarta-feira (22), será realizada uma mesa-redonda que vai discutir a greve dos servidores da UFPR. O evento, organizado pelo Centro Acadêmico de Letras (CAL), tem como tema "Por que a greve dos servidores não acaba em pizza?".

“Somos todos seres humanos”




"Estou no Politécnico. Sabe onde é o Setor de Ciências Biológicas? É um prédio com uma rampa, como em Brasília. Você sobe por ela, é a única entrada, e vira à esquerda. O departamento de genética é o único com pastilhas marrons na parede; todos os outros são brancos. O meu gabinete é no terceiro andar, sala 50".

Crítica: José Castello na poltrona




Um repórter que se vê obrigado a deixar de lado perguntas e truques preparados para apenas ouvir sua sábia entrevistada. O leitor que percebe que deve parar de ler automaticamente, como uma máquina de repetição de conceitos e modos de interpretação, para se deixar levar pela literatura, sentado confortavelmente em sua poltrona. O jovem crítico literário que aprende a ter suas próprias percepções, lendo as obras de forma desarmada, procurando nos autores não fórmulas pré-estabelecidas, mas uma voz própria. O significado da literatura em momentos de caos, em meio à zoeira do mundo. A dificuldade de ensinar o fazer literário.

Alunos deTurismo organizam tour pela UFPR




Quem foi à Feira de Cursos e Profissões da Universidade Federal do Paraná (UFPR) pôde conhecer não apenas o campus Jardim Botânico, mas também outros seis locais onde a instituição mantém cursos em Curitiba. Havia 15 opções de roteiro que, além da passagem pelos campi, incluíam paradas em museus, laboratórios e até mesmo no Hospital de Clínicas.

Física Divertida




O estande do curso de Física era um dos mais procurados dentro da Feira de Cursos e Profissões da Universidade Federal do Paraná. Ao entrar na sala em que o curso está instalado, o visitante tem a impressão de estar dentro do laboratório do Professor Pardal, conhecido personagem dos desenhos animados. Cheio de mobiliários engenhosos e cartazes explicativos, o espaço procurava abordar os princípios básicos da Física. "Procuramos dar uma noção da física básica para quem nos visita, mostrando de uma maneira diferente os fenômenos físicos que acontecem no dia-a-dia das pessoas", como conta o professor do departamento de Física da UFPR, Irineu Mazzaro.

Segundo dia de Feira conta com 12 mil visitantes




Aproximadamente 12 mil alunos visitaram a Feira de Cursos e Profissões da Universidade Federal do Paraná (UFPR) no dia de hoje (18). Enquanto percorriam os 61 estandes distribuídos no campus Jardim Botânico e esclareciam dúvidas sobre qual curso escolher, os vestibulandos puderam perceber uma grande diversidade cultural no evento.

Alunos de escolas públicas visitam a Feira




Se engana quem acha que a Feira de Cursos de Profissões da Universidade Federal do Paraná (UFPR) recebe apenas estudantes de Curitiba. Divulgado em todos os municípios do estado, o evento traz milhares de alunos de escolas públicas e particulares do interior e da Região Metropolitana de Curitiba.

Não basta ser pai, tem que participar




A Feira de Cursos e Profissões da Universidade Federal do Paraná (UFPR) é feita para os estudantes do Ensino Médio que prestarão vestibular e precisam decidir em que profissão pretendem atuar. Mas, de repente, no meio de milhares de adolescentes, surge um senhor grisalho.

Na abertura da Feira de Profissões, autoridades elogiam o evento




Com um auditório lotado de estudantes de escolas públicas foi realizada na manhã desta sexta-feira a solenidade de abertura da "UFPR: Cursos e Profissões. Uma Feira de Idéias para o seu futuro".

Crítica: Com mais sabedoria e vigor




John Frusciante não é apenas o guitarrista da banda californiana Red Hot Chili Peppers. É, também, dono de uma vasta e criativa carreira solo. Talvez essa seja uma informação desconhecida do grande público, mas o fato é que, de 1992 até maio deste ano, Frusciante lançou nada mais, nada menos do que 11 álbuns. Dentre eles, destaca-se Shadows Collide With People (2004), o quarto da discografia do guitarrista.

POPULARES

Pular para o conteúdo