sáb 28 jan 2023
HomeCopa 2022Argentina conquista tricampeonato em partida histórica

Argentina conquista tricampeonato em partida histórica

Lionel Messi e Kylian Mbappé saem de campo como os dois grandes jogadores da copa, consagrando seus nomes entre os maiores da história do futebol

A copa do mundo no Catar termina com vitória acirradíssima dos Argentinos, decidida nos pênaltis. Se redimindo da dura derrota contra a Alemanha, em 2014, o time de Lionel Messi finalmente levantou a tão sonhada taça do mundo, encerrando um ciclo de vitórias europeias no mundial que já durava 20 anos. Cercada de esperança e superstições, a torcida azul-celeste celebrou intensamente sua primeira conquista do mundial desde 1986, em uma partida que será eternamente lembrada.

Jogo inesquecível

O primeiro tempo começou com clara vantagem Argentina. Ángel Di María foi destaque na primeira parte da partida, fazendo um grande avanço pela esquerda até ser derrubado dentro da área, o que resultou em uma cobrança de pênalti. Os sul-americanos abriram o placar após batida de Messi aos 23 minutos. Em seguida, foi vez de Di María, que marcou o segundo gol argentino aos 36 minutos.

A recuperação francesa parecia praticamente impossível, mas os europeus batalharam intensamente pelo empate, que acabaram conquistando contra uma equipe argentina já visivelmente cansada. O primeiro gol francês veio de uma cobrança de pênalti convertida por Kylian Mbappé, aos 35 minutos. Um minuto depois, de novo Mbappé: agora com um sem-pulo da entrada da grande área.

Com os ânimos à flor da pele, as duas equipes partiram para a prorrogação, dando continuidade a uma das finais de copa do mundo mais disputadas da história. O desempate argentino chegou na segunda metade da prorrogação, aos três minutos do segundo tempo, com gol novamente de Lionel Messi.

A vitória dos latinos parecia praticamente definida, até que o terceiro pênalti da partida foi marcado, aos 13 minutos, dando novamente aos franceses oportunidade de empatar. Mbappé bateu e não decepcionou, fazendo seu terceiro gol na partida. Com isso, o francês se tornou o maior artilheiro das finais de copa, sendo o único a ter marcado cinco gols no jogo mais importante do futebol. Antes do apito final, contudo, a França ainda teve uma grande oportunidade, que só não se converteu em gol graças a um verdadeiro milagre de Martínez.

A decisão da partida se deu na cobrança de pênaltis. Com Tchouaméni chutando para fora e o goleiro Martínez fazendo grande defesa contra Coman. Os franceses marcaram apenas dois gols, com Mbappé e Kolo Muani. Os argentinos não perderam oportunidades, e marcaram quatro vezes, com Messi, Dybala, Paredes e Montiel, consagrando o tricampeonato mundial da seleção azul e branca.

Superstições e tradições

María Mariscotti, a abuela la la la, dançando com a bandeira argentina (Foto: Divulgação/Twitter)

Assim como os brasileiros, os argentinos compartilham várias tradições e superstições para acompanhar os jogos da seleção. A cabala – derivada da palavra hebraica kabbalah – é um dos principais “rituais” realizados pelos hermanos, e consiste no ato de acompanhar as partidas sempre da mesma maneira, caso o time esteja ganhando.

Se a Argentina ganha uma partida, os torcedores fiéis à cábala repetem tudo o que fizeram durante a vitória na próxima partida. Sentam-se na mesma cadeira, usam as mesmas roupas… Alguns até retornam ao seu ambiente de trabalho, mesmo que estejam de folga, tudo para recriar o mesmo cenário da última vitória.

A grande cábala deste mundial, foi sem dúvida a abuela la la la. Após o jogo da Argentina contra a Polônia, ainda na fase de grupos, um grupo da cerca de 20 torcedores se reuniram para comemorar a derrota polonesa em uma esquina qualquer de Bueno Aires. Ali, morava María Cristina Mariscotti, uma senhora de 76 anos que resolveu se unir aos torcedores, carregando uma bandeira argentina.

O grupo foi a loucura com a presença de Mariscotti, e gravou um vídeo dançando e cantando a frase abuela la la la ao seu redor. O vídeo foi um grande sucesso, acumulando mais de 4 milhões de visualizações no TikTok, e a esquina da casa de María tornou-se ponto de peregrinação para torcedores comemorarem as vitórias da seleção.

Com cada jogo que passava, mais pessoas se reuniam. A festa atingiu seu ápice após a semifinal, disputada contra a Holanda, quando milhares de torcedores se reuniram em frente à casa, levando a comemoração a patamares inimagináveis. O fato é que a cábala funcionou, e depois de 36 anos, milhares de argentinos emocionados certamente se juntaram para comemorar o tricampeonato mundial em frente à casa da abuela la la la.

NOTÍCIAS RELACIONADAS