qui 21 out 2021
HomeCiência & TecnologiaAtividades físicas alternativas são o melhor tratamento para quedas de idosos

Atividades físicas alternativas são o melhor tratamento para quedas de idosos

Tecnologia usada em câmeras e passarela possibilita análise postural detalhada (Foto: Vinicius do Prado)
Tecnologia usada em câmeras e passarela possibilita análise postural detalhada (Foto: Vinicius do Prado)

Pesquisadores do Departamento de Educação Física da UFPR estudam o papel de exercícios diferenciados no tratamento e prevenção de quedas na terceira idade. O problema atinge cerca de 30% dos idosos brasileiros anualmente e causa prejuízo aos cofres públicos: O SUS (Sistema Único de Saúde) gasta por ano mais de R$ 51 milhões com o tratamento de fraturas derivadas de quedas.

Diminuir o risco e garantir mais qualidade de vida à melhor idade são os objetivos das pesquisas lideradas pelo professor da UFPR André Rodacki. André notou que os idosos não tinham interesse em práticas de exercício convencionais. “Em atividades repetitivas, como a musculação, eles ficam no máximo seis meses, depois buscam formas mais prazerosas de se exercitar”, constata. Jogos Virtuais, por exemplo, são uma alternativa com benefícios que vão além da parte física. “Os desafios que o jogo apresenta estimulam o raciocínio dos idosos”, afirma.

Professor André é referência no estudo do envelhecimento (Foto: Vinicius do Prado)
Professor André é referência no estudo do envelhecimento (Foto: Vinicius do Prado)

Aos 50 anos, o professor tem interesse direto em ampliar o conhecimento na área. “Eu estou ficando velho. Quando chegar à terceira idade, espero que se possa entender como o idoso vê e se integra à atividade física”, projeta.

Projeto proporciona a idosos acesso gratuito às atividades físicas

Além de pesquisar, os alunos de Educação Física participam de um projeto de extensão voltado à melhor idade. Há 15 anos os estudantes oferecem exercícios que estimulam a interação entre os mais velhos. Caminhadas em grupo, hidroginástica e atividades recreativas, como jogos virtuais, estão entre as opções disponíveis.

Para Rosecler Vendruscolo (43), professora que participa do projeto, os estudantes também ganham com a vivência. “Além de conhecer mais sobre o campo teórico do envelhecimento, há uma troca de experiências entre as gerações”, conta. Os resultados aparecem na parte física e psicológica dos idosos. “Muitos são quietos quando iniciam o projeto, mas depois de um tempo passam a conversar mais e sorrir. Os resultados positivos nos exames de saúde refletem o ambiente”, relata a professora.

A satisfação pessoal transparece no discurso de Rosicler. “Sinto-me gratificada e realizada em trabalhar no projeto, tanto por ajudar os alunos quanto por melhorar a qualidade de vida dos mais velhos”, revela.

Amigas buscam juntas uma vida mais saudável

Ruthe (à esq.) e Lori (à dir.) buscam na hidroginástica o tratamento para os joelhos (Foto: Vinicius do Prado)
Ruthe (à esq.) e Lori (à dir.) buscam na hidroginástica o tratamento para os joelhos (Foto: Vinicius do Prado)

Lori Kock (70) e Ruthe Ruppel Alves (63) se preparam para entrar no projeto. Com problemas nos joelhos, vão experimentar a Hidroginástica como forma de tratamento. A amizade possibilitou que elas estivessem juntas neste desafio. “ Uma amiga minha me indicou o projeto. Quando fiquei sabendo do problema da Ruthe, chamei ela para participar também”, relembra Lori.

Para Ruthe, o tratamento é benéfico em dois aspectos. “Quando a gente se aposenta, tudo fica caro. Por ser gratuito, dá para tentar. Além disso, o impacto na água é menor”, explica. Lori observa uma outra vantagem. “Estar em equipe diminui o desgaste dos exercícios”, aponta.

Vagas Disponíveis

O Programa de Pós Graduação em Educação Física da UFPR oferta quatro vagas no doutorado destinadas ao projeto de André Rodacki. As inscrições podem ser feitas até o dia 31/03. Será levado em conta o domínio da língua inglesa e o curriculum lattes.

Interessados podem acessar o site do programa para realizar a inscrição e obter mais informações sobre o processo seletivo.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares

Comentários recentes