Free Porn





manotobet

takbet
betcart




betboro

megapari
mahbet
betforward


1xbet
teen sex
porn
djav
best porn 2025
porn 2026
brunette banged
Ankara Escort
1xbet
1xbet-1xir.com
1xbet-1xir.com
1xbet-1xir.com

1xbet-1xir.com
1xbet-1xir.com
1xbet-1xir.com

1xbet-1xir.com
1xbet-1xir.com
1xbet-1xir.com
1xbet-1xir.com
1xbet-1xir.com
1xbet-1xir.com
1xbet-1xir.com
betforward
betforward.com.co
betforward.com.co
betforward.com.co

betforward.com.co
betforward.com.co
betforward.com.co
betforward.com.co

betforward.com.co
betforward.com.co
betforward.com.co
betforward.com.co
betforward.com.co
betforward.com.co
betforward.com.co
deneme bonusu veren bahis siteleri
deneme bonusu
casino slot siteleri/a>
Deneme bonusu veren siteler
Deneme bonusu veren siteler
Deneme bonusu veren siteler
Deneme bonusu veren siteler
Cialis
Cialis Fiyat
deneme bonusu
padişahbet
padişahbet
padişahbet
deneme bonusu 1xbet وان ایکس بت 1xbet وان ایکس بت 1xbet وان ایکس بت 1xbet وان ایکس بت 1xbet وان ایکس بت 1xbet وان ایکس بت 1xbet وان ایکس بت 1xbet وان ایکس بت 1xbet 1xbet untertitelporno porno
qui 18 jul 2024
HomeCidadeCuritiba sedia a partir de hoje o festival Olhar de Cinema

Curitiba sedia a partir de hoje o festival Olhar de Cinema

Depois de dois anos funcionando na modalidade on-line, o festival voltará em formato híbrido, com sessões presenciais e virtuais

Até o próximo dia 9, Curitiba sedia o 11º Olhar de Cinema: Festival Internacional de Curitiba. Nesta quarta-feira (1), o evento conta com uma cerimônia na cafeteria do Cine Passeio. O festival acontece anualmente na capital do Paraná e conta com filmes de diversos países, além de possuir mostras dedicadas exclusivamente a filmes brasileiros e paranaenses. 

Nas suas duas últimas edições, por conta da pandemia de Covid-19, o Olhar foi realizado de maneira inteiramente on-line, com ingressos vendidos diretamente pelo site do evento. Neste ano, o festival volta a ser realizado presencialmente, em cinco lugares diferentes: no Cine Passeio, na Cinemateca de Curitiba, no Museu Oscar Niemeyer (MON), no Teatro da Vila, e no cinema da rede Cinemark do Shopping Mueller. 

Além disso, o festival continuará a realizar atividades virtuais, incluindo algumas mostras completas (que também passarão nos cinemas) e oficinas.

Os ingressos das sessões on-line devem ser comprados durante o tempo de exibição (de 7/6 às 00h até 9/6 às 23h59). As sessões no MON e no Teatro da Vila são gratuitas, e sujeitas a lotação. As inscrições das oficinas já foram encerradas.

Programação

Além da cerimônia de abertura, o primeiro dia do festival também contará com a exibição de Vai e Vem, documentário brasileiro dirigido por Jéssica Luz. O filme conta sobre duas amigas, uma no Brasil e a outra nos Estados Unidos, que, isoladas uma da outra por causa da crise sanitária, se correspondem por meio de pequenos filmes, cada um inspirado na linguagem de um cineasta experimental. 

O longa será exibido em três sessões simultâneas às 19h: duas no Cine Passeio (salas Luz e Ritz), e uma no Teatro da Vila.

Fora o filme de abertura, o Olhar de Cinema contará com outros 122 filmes, entre curtas e longas, divididos em nove mostras diferentes: a mostra Foco (8 filmes), que trará para as telas a carreira do diretor boliviano Kiro Russo; a Mirada Paranaense (12 filmes), que tem como foco filmes paranaenses; e as mostras Novos Olhares (7); Olhar Retrospectivo (20); Olhares Brasil (11); Olhares Clássicos (7); Outros Olhares (19); e Pequenos Olhares (14); além de exibições especiais (3) e da Mostra Competitiva, a principal do festival.

Para a mostra competitiva foram selecionados 20 filmes, sendo nove longas e 11 curtas-metragens. Estes serão, por ordem de estreia: A Ferrugem (dias 2 e 3) e Freda (2 e 3), ambos no Cinemark; Filme particular (dias 3 e 4) e Alan (dias 4 e 5), os dois no Cine Passeio; Uma Noite sem saber nada (dias 4 e 7), a primeira programação de curtas (PGM 01, dias 4 e 7), com quatro filmes, A Censora (dias 5 e 6) e a segunda programação de curtas (PGM 02, dias 5 e 8), todos no Cinemark; e Paterno (dias 5 e 6), no Cine Passeio.

Todos os curtas da Competitiva também estarão disponíveis na modalidade virtual, a partir do dia 7 à meia noite.

O filme de encerramento deste ano é o longa de animação Todo mundo já foi pra Marte, que é o resultado do trabalho de 37 animadores do Ceará, e que conta várias sensações e experiências pessoais durante a pandemia, misturando diferentes olhares e estilos. Assim como a abertura, serão três exibições simultâneas, às 19h15 do dia 8, no Cine Passeio e Teatro da Vila. 

Este último longa será seguido pela cerimônia de encerramento e premiação, às 21h. Nela serão premiados os melhores filmes em quatro categorias: “melhor filme brasileiro”, “melhor filme novos olhares”, “melhor filme outros olhares” e o “Prêmio Olhar de Melhor Filme Competitiva”. Os vencedores serão exibidos no dia seguinte (9/6) na Cinemateca de Curitiba.

Todos os dias de festival também contarão com seminários, com diversos temas, realizados a partir das 10h30 na sala do espaço Valêncio Xavier, no subsolo do Cine Passeio.

De volta às salas

Presente agora em vários novos espaços, o festival finalmente volta a ocupar as salas de cinema da cidade. Antonio Gonçalves Júnior, fundador e diretor artístico do festival, diz que ele e todos os envolvidos com o evento ficaram muito animados com a volta: 

“On-line é legal e tudo, mas quem gosta de cinema mesmo sentiu muita saudade nesses dois anos em que foi on-line; desse encontro, dessa troca, da possibilidade de trazer os realizadores para falar com o público e imprensa, enfim, todo esse ambiente das pessoas que participam do festival”, diz.

Porém, o retorno não foi sem seus problemas. O principal lugar onde o festival era realizado, o Espaço Itaú de Cinema, no Shopping Crystal, fechou em setembro de 2021. “Não foi só o festival, a cidade inteira perdeu o Espaço Itaú, que era o coração do festival durante os oito anos de sessões presenciais que tivemos. Foi um desafio, mas tivemos que achar um novo modelo, novos espaços e uma nova logística para todo o festival”. 

Assim, Antonio diz que, mesmo estando de volta às salas como em 2019, muita coisa foi aprendida desde então, especialmente com a experiência virtual. Tanto que várias atividades on-line foram mantidas, e outras passaram a serem feitas tanto presencial quanto virtualmente. 

A maior expectativa, explica Antonio, é que consigam fazer um evento tranquilo e divertido para todos, em um momento tão tenso da história do Brasil e do mundo quanto a pandemia. “Para nós, o que é importante é a celebração do cinema, dos filmes, de tudo aquilo que o cinema representa para nós. E a gente gosta de compartilhar isso para muitas outras pessoas”, completa o diretor.

Serviço

Onde irá acontecer o festival?

  • Cine Passeio (R. Riachuelo, 410 – Centro)
  • Cinemark – Shopping Mueller (Avenida Cândido de Abreu, 127, último piso – Centro)
  • Cinemateca de Curitiba (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco)
  • Museu Oscar Niemeyer (Rua Marechal Hermes, 999 – Centro Cívico)
  • Teatro da Vila (R. Davi Xavier da Silva, 451 – Cidade Industrial de Curitiba)

Horários disponíveis no site do evento.

Luis Pacheco
Estudante de Jornalismo da UFPR.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Luis Pacheco
Estudante de Jornalismo da UFPR.
Pular para o conteúdo