dom 02 out 2022
HomeCulturaDe Shakespeare à comédia Dell'arte

De Shakespeare à comédia Dell’arte

A Companhia de Teatro PalavAção da UFPR apresentou neste domingo (06) a peça Dom Ricardo Terzo. O espetáculo, encenado no palco do Theatro Municipal de Antonina, teve seu texto inspirado no personagem principal da obra Ricardo III (1593), de William Shakespeare.

O professor do Departamento de música e artes da Universidade, Hugo Mengarelli, é o diretor da Companhia e autor da releitura apresentada. Ele conta que o objetivo do projeto foi trabalhar com a perversidade e crueldade do personagem de Shakespeare. “Nós vivemos uma época marcada pela perversão, como talvez poucas vezes na história. Não só na polí­tica, onde é mais forte, mas também na rua”.

Na obra original, o dramaturgo inglês conta a história de Ricardo, Duque de Gloucester, e de como ele chegou ao trono da Inglaterra após o final da Guerra das Rosas (1455-1485). Na releitura do PalavrAção, Ricardo é um mafioso italiano que possui o mesmo perfil psicológico: é ambicioso, cruel e imoral.

Outra preocupação do grupo foi trabalhar com o idioma italiano na caracterização do personagem principal. Para isso procuraram a ajuda do diretor italiano Roberto Innocente que aceitou dirigir a peça. Farias conta que o desafio foi ainda maior, já que o italiano usado baseia-se no dialeto falado na região da Sicí­lia. “Às vezes, mesmo para quem entende o italiano, fica difí­cil compreender porque é um dialeto da Itália, mas nós procuramos mostrar o que ele está querendo dizer com o corpo e os gestos do personagem. Além disso, outros personagens traduzem muito do que o Dom Ricardo fala”, explica o ator Paulo César Farias, que interpreta Dom Ricardo.

Mengarelli explica que procurou utilizar vários idiomas e nacionalidades na construção do texto para intensificar a sensação de confusão e perplexidade diante da realidade. “Os únicos personagens que falam português são o delegado e o procurador, o resto mistura tudo. É a babel que vivemos hoje, esse neoliberalismo atroz que vivemos”.

Apesar de questionar a crueldade e a busca do poder do homem sobre o homem, Dom Ricardo Terzo é uma comédia inspirada pela comédia dell’arte italiana. “O Roberto Innocente trabalha muito com comédia dell’arte e trouxe esses elementos para a gente”, conta Farias. “A peça trabalha com questões como pedofilia e tráfico de relações, de órgãos e drogas. Procuramos mostrar essa podridão, mas com um pouco de humor para que a coisa não fique tão intragável”. Para Mengarelli, a intervenção do diretor foi essencial para o sucesso do espetáculo. “Esse texto já é por si só muito denso, se eu tivesse feito tragicômico teria ficado com algumas cenas muito duras”, desabafa o autor.

Apesar de questionar a crueldade e a busca do poder do homem sobre o homem, <i>Dom Ricardo Terzo</i> é uma comédia inspirada pela comédia dell'arte italiana
Manuela Salazar
Hendryo André
Professor do curso de Jornalismo da UFPR. Orientador do Jornal Comunicação.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Hendryo André
Professor do curso de Jornalismo da UFPR. Orientador do Jornal Comunicação.