qui 21 out 2021
HomeDestaquesDo Boqueirão para o rap nacional

Do Boqueirão para o rap nacional

Karol Conka - Corrente Cultural
A energia colorida de Karol Conka agitou o Palco Conexões. (Foto: Maíra Roesler)

 

A tarde de sábado da Corrente Cultural Paraná 2013 teve um toque do glamour feminino de duas grandes vozes da atual música brasileira, a paraense diva do tecnobrega, Gaby Amarantos e a revelação do rap nacional, a curitibana Karol Conka. A apresentação de Karol no Palco Conexões na Boca Maldita contou com o clamor do público, que afirma a força da voz feminina no cenário do rap nacional.

Com canções do álbum Batuk Freak, a rapper arrancou o coro do público em seus maiores sucessos, “Gandaia”, “Boa Noite” e “Corre, Corre Erê”. O rap suave e divertido de Karol ganhou força quando subiu ao palco a militância dos MCs Nairobi, Kamau e Sombra. A participação dos MCs trouxe, além da fase do gangsta rap brasileiro dos anos 1990, uma homenagem cantada a Bob Marley.

Karol Conka - Corrente Cultural
Kamau, Sombra, Karol Conka e Nairobi: o time de rappers do sábado da Virada. (Foto: Maíra Roesler)

O show contou ainda com o ritmo sensual de Lurdez da Luz, mais uma do time de revelações do rap nacional, que junto à energia vibrante de Karol, deram um colorido especial ao palco.

Karol Conka - Corrente Cultural
Lurdez da Luz. (Foto: Maíra Roesler)

A curitibana agradeceu ainda o reconhecimento da música local pelo público curitibano e afirmou que ama a cidade e não pensa em sair daqui.

A presença de palco e estilo marcantes confirmam o destino promissor da cantora. Ritmo, estilo, simpatia e música de qualidade levarão Conka do Boqueirão para o mundo.

Karol Conka - Corrente Cultural
Karol finalizou o show com seus dois dançarinos ao som de “Toda Doida”. (Foto: Maíra Roesler)
NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares

Comentários recentes