seg 25 out 2021
HomeCidadeEditorial: E o direito de manifestar, onde fica?

Editorial: E o direito de manifestar, onde fica?

O aumento das tarifas de ônibus em várias cidades do país no período da Copa das Confederações, que coloca o Brasil no foco do mundo, culminou em manifestações pelos quatro cantos do país. Lutas justas, nas quais ativistas colocam os abusivos gastos do mundial do próximo ano frente ao direito de todo cidadão possuir um transporte público de qualidade.

Em São Paulo o cenário mudou após uma manifestação pacífica ser violentamente repreendida pela Polícia Militar. Para muitos, o caso lembrou os 21 anos de Ditadura Militar no país. Apenas na capital paulista, mais de 230 pessoas acabaram presas, 15 jornalistas ficaram feridos e vários outros, entre manifestantes e populares, foram atingidos por gás lacrimogênio ou tiros de borracha. No Rio de Janeiro, durante o primeiro jogo no Maracanã, não foi diferente. Manifestantes chegaram a ficar presos em uma estação de metrô a mando da PM.

O Jornal Co:::unicação apoia toda e qualquer luta social que busque os direitos dos cidadãos e que siga os princípios democráticos. O direito de protestar é legítimo e protegido pela constituição que rege as fronteiras brasileiras. Como jornal laboratorial da UFPR com uma equipe formada exclusivamente por estudantes, temos membros muito envolvidos nas manifestações. Este engajamento vai refletir na cobertura que acontecerá daqui para frente. Regidos pelo norte do bom jornalismo, vamos manter nossa postura e compromisso de sempre mostrar os dois lados da história.

Hoje o jornal inicia a cobertura das manifestações de Curitiba, que até a manhã desta segunda-feira (17) já havia atingido uma proporção gigantesca e mais de 30 mil confirmações na rede social Facebook. As grandes manifestações históricas resultaram em conquistas que mudaram contextos sociais. O atual momento brasileiro demonstra uma insatisfação de várias partes da sociedade. Nosso desejo é contribuir para a formação de uma opinião pública que deixe de lado a acomodação para buscar um país melhor.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares

Comentários recentes