dom 24 out 2021
HomeAmbiente & SustentabilidadeFuturo aproxima Brasil e Alemanha

Futuro aproxima Brasil e Alemanha

Membros do primeiro dia do evento Future Visions German Weeks participa do painel sobre inovação. Foto: Eleonora Mendonça

Curitiba foi palco da Exposição e Seminário Itinerantes Future Visions German Weeks articulada pela Câmara Brasil-Alemanha, que aconteceu nos dias 17 e 18 de setembro, na Universidade Positivo. O objetivo foi ampliar o debate sobre o futuro nas áreas de sustentabilidade, infraestrutura, saúde e energia. O evento também pretende promover discussões sobre o acordo bilateral entre Brasil e Alemanha, focando nos desafios para as próximas décadas e nas inovações guiadas por essa parceria.

Um dos pontos fortes do encontro foi inovação e o questionamento do momento era “Como desenvolver algo agora?”. Diversas empresas apresentaram ideias e respostas, com base nessa relação germano-brasileira, frente aos novos desafios que o mundo globalizado tem imposto. Segundo um dos mediadores do encontro, Alexandre Marreco, cada pesquisa e inovação é importante. Ele sustenta que existem inúmeros estímulos à inovação, como o crescimento demográfico, a escassez de recursos e de profissionais qualificados, a urbanização e as mudanças climáticas e que as empresas devem trabalhar fundamentadas na responsabilidade global.

Eduardo Agustinho, da Agência PUC de Ciência, Tecnologia e Inovação, assegura que o Brasil encontra-se em um cenário extremamente atrativo para novidades. “O governo está comprometido para que a inovação passe a ser algo presente. Ela é uma política pública”, declara. Contudo, de acordo com o superintendente da Fundação CERTI Carlos Alberto Schneider, o país possui projetos que não vão para frente, ficam patinando. “Ninguém mais faz inovação sozinho. E é aí que interessa a cooperação entre Brasil e Alemanha. Ela é um país forte em tecnologia e vem nos ajudando”, comenta.

E de fato essa parceria entre alemães e brasileiros já acontece há algum tempo e vem realizando bastante trabalhos nas áreas científicas. O acordo bilateral foi proposto em 2010, no 28ª Encontro Econômico (EEBA) entre as duas nações. A falta de incentivos nas escolas e universidades brasileiras com relação aos estudos e à produção de tecnologias na indústria também foi pauta do evento. Ainda, segundo Schneider, quase não existem esforços para instigar os estudantes a criar, inovar e transformar ideias em produtos de sucesso. “Temos a ilusão de que, para falar em inovação, precisamos ser doutores”, aponta.

Então, um dos esforços dessa parceria entre Brasil e Alemanha é aliar grandes corporações a centros de ensino, para criar um vínculo firme com o mundo acadêmico e manter-se produtivo perante as grandes potências. O padrão a ser seguido é formado por duas empresas e duas instituições de ensino.

A temática das inovações na área da saúde não passou despercebida no encontro Future Visions German Weeks, tampouco projetos e estratégias para o meio ambiente e para a energia. Além disso, cases de sucesso de diversas áreas foram apresentadas aos participantes.

 

Bons resultados

Roadshow demonstra novas tecnologias para poupar energia.
Foto: Eleonora Mendonça

Um dos exemplos de inovação e preocupação com o futuro é da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), que desenvolveu um processo de descelularização das células. O procedimento tem como objetivo diminuir a rejeição do receptor na doação de órgãos e está progredindo.

A Volkswagen também mostrou algumas novidades na área de tecnologia virtual, para simular o fluxo produtivo e logístico das suas linhas de produção. Trata-se da Fábrica Digital, que já vem sendo implantado em algumas seções da indústria automotiva. Um exemplo prático seria uma melhora na ergonomia do funcionário que monta, manualmente, o quebra sol do veículo. Um projeto com condição mais ergonômica foi desenvolvida no computador e, só depois, instalado.

O Roadshow da Siemens também dispunha de inúmeras novidades relacionadas à eficiência energética. Um caminhão na entrada do evento mostrava as novas tecnologias propostas pela empresa para mudar a relação que se tem com a energia. A ideia é gerar, ao invés de apenas consumir. A Companhia possui três desses caminhões pelo mundo, um dos quais está rodando o Brasil. Com um cálculo de créditos de carbono e o plantio de cerca de 200 árvores, ela pretende redimir-se quando o assunto é o  CO2 produzido pelo veículo e poder, assim, exibir seus equipamentos inovadores.

 

Agenda Future Visions German Weeks

As bandeiras da parceria Brasil e Alemanha percorrerão mais 5 capitais brasileiras na Exposição e Seminário Itinerantes Future Visions German Weeks.
Foto: Eleonora Mendonça

Além da capital paranaense, o evento passará pela cidade de Porto Alegre nos dias 3 e 4 de outubro e ainda pelo Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e Salvador. As datas para esses últimos quatro municípios ainda não foram divulgadas.

O evento promovido pela Câmara Brasil-Alemanha contou com diversos parceiros. As inscrições para as edições nas próxima cidades são gratuitas e realizadas no site www.futurevisions.com.br. Qualquer um preocupado com o futuro pode participar.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares

Comentários recentes