seg 18 out 2021
HomeDestaquesMoradores do Abranches reclamam de interdições nas ruas próximas a Pedreira

Moradores do Abranches reclamam de interdições nas ruas próximas a Pedreira

Por conta da FIFA Fan Fest na Pedreira Paulo Leminski, as ruas em um raio de 500m do local estão interditadas pela Polícia Militar e pela empresa de segurança terceirizada pela FIFA.  Só pode passar quem tiver, em mãos, o ingresso para entrar no evento, ou então jornalistas e moradores credenciados pela Federação Internacional. Alguns residentes reclamam não terem sido informados dessa situação.

Carros são orientados a desviar o percurso pela rua Desembargador José Carlos Ribeiro Ribas
(Foto: Thaíssa Falcão)

Charles Ramos, morador da rua Eugênio Flor, que está parcialmente fechada, conta que foi impedido de atravessar em direção a sua casa por não poder comprovar que mora na região. “Eu desço do ônibus todos os dias ali, e percorro esse trajeto até a minha casa. Agora, por causa de um mundial que não me trará benefícios nenhum, serei privado de chegar até em casa?”, confronta.

Segundo uma das funcionárias da empresa de segurança, que preferiu não se identificar, poucos problemas foram registrados até esta segunda-feira, 16. Ela conta também que a recomendação da FIFA é para que apenas moradores credenciados tenham passagem pelo local. “Foi o que nos passaram, apenas quem tem autorização”, conta a funcionária. Ela ressalta, também, que os policiais os orientaram a fazer um filtro entre os cidadãos que podem passar pelo local, evitando pedestres que estejam embriagados ou em situações suspeitas.

Yuri Duarte e Yago Durand afirmam terem sido impedidos de percorrerem o mesmo trajeto. Para eles, falta prestatividade por parte dos funcionários. “Eles não podem simplesmente bloquear. Precisam oferecer alternativas”, comenta Yago Durand. Os jovens apontam que, na maior parte do tempo, os policiais militares ficam parados observando o trabalho dos outros funcionários. Yuri Duarte sugere uma solução: “Nós adoramos a festa que a FIFA está promovendo em Curitiba, mas se eles não querem permitir a travessia desse percurso, eles que, ao menos, disponibilizem uma viatura da polícia para ajudar esses pedestres”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares

Comentários recentes