qui 21 out 2021
HomeCulturaPimp my Carroça

Pimp my Carroça

A chuva ameaçou, mas para a felicidade dos organizadores, o Sol reinou durante toda a estréia do Pimp My Carroça em Curitiba, realizada entre as 10h da manhã e 20h da noite deste sábado (02/11). O projeto, criado pelo grafiteiro Thiago Mundano, e inspirado nos programas de TV americanos que modificam os carros, propõe reformar o principal instrumento de trabalho dos catadores de recicláveis: seus carrinhos. A ideia é usar a arte e a música como fator de integração entre a população e esses trabalhadores invisíveis.

A iniciativa surgiu quando Mundano, que já realizava um trabalho individual de grafite com os catadores de São Paulo, percebeu que precisava expandir o projeto e conseguir voluntários. Ele conta que muitas pessoas o taxaram de louco, e disseram que jamais conseguiria gente para apoiar. Para sua sorte, eles estavam errados, e as duas primeiras edições, em São Paulo e no Rio de Janeiro, foram um enorme sucesso.

A versão curitibana apareceu por demanda de moradores da capital paranaense que, ao assistirem os vídeos das ações anteriores, ficaram entusiasmados e contataram Mundano. Ao todo, 100 voluntários locais participam do projeto, entre fotógrafos, grafiteiros, médicos, dentistas, massagistas, veterinários, psicólogos, maquiadores, manicures, oculistas, e mão-de-obra para o serviço de oficina. Isso porque, além do carrinho novo, os catadores ganham também uma camiseta do projeto, um “rango” caprichado, consulta com médicos e psicólogos, além de outros mimos, como massagem, corte de cabelo e manicure. Os “cãopanheiros” também recebem cuidados especiais.

O evento foi totalmente viabilizado com financiamento coletivo no Catarse, e o objetivo é que, depois de percorrer outras capitais brasileiras, possa ser realizado anualmente em todos os locais.

Confira as imagens:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares

Comentários recentes