qua 27 out 2021
HomeDestaquesPrefeitura de Ponta Grossa proíbe exibição de documentário no Cine Teatro Ópera

Prefeitura de Ponta Grossa proíbe exibição de documentário no Cine Teatro Ópera

A exibição de estreia do documentário Massacre 29 de abril foi vetada pela Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, por decisão da procuradoria jurídica no fim da tarde de ontem (28). O vídeo jornalístico retrata os acontecimentos do dia 29 de abril, no Centro Cívico de Curitiba, quando professores foram impedidos de acompanhar sessão da Assembleia Legislativa do Paraná.

Cartaz de divulgação do vídeo com a marca de "censurado" (Foto: Divulgação)
Cartaz de divulgação do vídeo com a marca de “censurado”
(Foto: Divulgação)

A produção audiovisual, de 45 minutos, foi organizada por estudantes e professores do curso de Jornalismo da UEPG, com apoio do projeto de extensão Lente Quente, do programa de extensão Agência de Jornalismo, da TV Comunitária de Ponta Grossa e do Sinduepg. O documentário mostra entrevistas com professores, estudantes e servidores da UEPG que estiveram presentes no trágico episódio. Fotos e vídeos exibem os momentos em que a polícia agride os manifestantes.

Realizadores e entidades apoiadoras repudiam a determinação da Prefeitura e questionam a restrição autoritária de acesso a um aparelho cultural público como o Cine Teatro Ópera.

“Trata-se de um produto cultural valioso, um filme inédito no país, produzido em Ponta Grossa. Isso deveria ser motivo de orgulho da cidade e não de censura por parte da Prefeitura”, afirma o jornalista e professor Rafael Schoenherr, diretor do documentário e representante dos Campos Gerais no Conselho Estadual de Cultura.

O documentário será exibido em cidades do Paraná e de outros estados nesta sexta-feira, 29, quando se completa um mês do fato no Centro Cívico. Em Ponta Grossa, a decisão dos realizadores foi deslocar a exibição para o grande auditório do campus central da UEPG, às 20h, na sexta-feira, dia 29.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares