qui 21 out 2021
HomeAmbiente & SustentabilidadeServidores públicos reivindicam direitos em manifestação no centro

Servidores públicos reivindicam direitos em manifestação no centro

Nesta manhã de terça-feira (5), foi realizado um ato conjunto entre os servidores técnico-administrativos da UFPR e UTFPR, dos funcionários do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatí­stica (IBGE) e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). O ato tinha como objetivo principal informar a sociedade sobre as principais motivações para a greve realizada por todas as categorias presentes. A manifestação começou na rua XV, próximo à Reitoria, e seguiu até a praça Santos Andrade. Entre as palavras de ordem, falas em defesa do meio ambiente, da garantia do direito de greve e direitos trabalhistas e da reforma agrária.

José Carlos Belotto, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau Público (Sinditest), expôs durante a manifestação a necessidade de se valorizar o trabalho dos funcionários para garantir a qualidade dos serviços e atendimentos públicos. “Os servidores públicos trabalham em função da população. E há um ataque aos direitos desses trabalhadores”, afirmou.

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) foi uma questão freqüente nas falas dos manifestantes. Segundo eles, há pontos no plano que desrespeitam o meio ambiente e os direitos do trabalhador. “Não adiante defender um programa de aceleração do crescimento se for o crescimento das grandes indústrias. O crescimento se dá através da educação”, defendeu Belotto.

A participação dos funcionários do Ibama no ato se deve, essencialmente, à medida provisória que prevê a fragmentação do Ibama e a criação do Instituto Chico Mendes. Guadalupe Vivekananda, responsável pela associação de funcionários do Ibama no Paraná (Asibamapar), defendeu durante a manifestação que a fiscalização e cuidado com o meio ambiente devem se dar de forma unificada e criticou a proposta de fragmentação.

Os manifestantes da UFPR e Utfpr destacaram ainda a importância da reunião marcada para o dia 6 de junho entre os Ministérios da Educação (MEC) e Planejamento (MPOG), a Federação de Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Brasileiras (Fasubra) e demais representantes dos servidores públicos como forma de iniciar a discussão com o governo e garantir a manutenção dos diretos trabalhistas e a correção salarial.

Ato conjunto no centro da cidade reuniu servidores e funcionários da UFPR, UTFPR, Incra e IBGE
Danilo Hatori
Manifestantes seguiram das proximidades da reitoria até a praça Santos Andrade
Danilo Hatori
NOTÍCIAS RELACIONADAS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Populares

Comentários recentes