qui 28 out 2021
HomeCiência & TecnologiaUma hora, uma curtida

Uma hora, uma curtida

Com o avanço tecnológico, o mundo virtual vem sendo cada vez mais parte integrante da rotina. Pensando nisso, a empresa de inovação digital Bolha criou um sistema de acesso a wi-fi com “pagamento social” – o Bosii. Com ele, a internet wireless pode ser liberada através de um “curtir” na página do estabelecimento no Facebook, de um check-in no Foursquare, um tweet, ou ainda mediante a um cadastro. A ferramenta aumenta a visibilidade do local. De acordo com Thiago Pereira, responsável pelo sistema, a última opção é a menos usada. “Para os usuários, esta é a forma mais chata e burocrática, então evitamos este caminho”, explica.

Após o “pagamento”, a internet é liberada por um período configurável, que hoje é de uma hora. Para continuar conectado, o usuário, então, deve renovar o “pagamento social”. O CEO da Bolha e publicitário Nagib Nassif Filho, afirma que a ideia surgiu espontaneamente. “Aquela história de você estar em um lugar e ter que correr atrás da senha do wi-fi, ou de não saber o que fazer para se conectar é algo que incomoda a todos. Estávamos falando sobre ‘pagamento social’ para outro projeto e alguém puxou o link para oferecer wi-fi dessa forma”.

Após o “pagamento social” a wifi é liberada por uma hora.
Foto: Bolha

De acordo com Nassif, o sistema funciona em qualquer dispositivo com suporte wi-fi e que possua um browser atual, como tablets, computadores, smartphones e até mesmo o iPod Touch. “Sobre as limitações, nós recomendamos que para cada antena instalada sejam atendidos até 70 usuários simultâneos em um raio de 150 metros”, comenta.

O sistema vem sendo instalado em estabelecimentos de São Paulo, gratuitamente. Um desses locais é o espaço cultural e produtora Serralheria. O Bosii está funcionando há cerca de três semanas e o gerente Miguel de Castro Perez já notou que, progressivamente, a página do Facebook vem recebendo mais “likes”. “Esse sistema é mais eficiente, pois cria um intermediário de publicidade. As pessoas ainda estão se acostumando, muitos aderiram porque não é necessário fazer cadastro”, afirma. O espaço cultural Puxadinho da Praça é outro exemplo de estabelecimento onde o sistema já foi instalado.

Nassif diz que é esperado que o Bosii possa, no futuro, funcionar em grandes eventos. “Talvez a gente veja o Bossi sendo aplicado na Copa das Confederações logo mais, e até na Copa do Mundo. O sistema também está rodando aqui na Bolha, para quem nos visitar testar a solução”.

Curta e ganhe um desconto

O sistema ainda não chegou em Curitiba, pois está em fase de teste. Por aqui, a alternativa que alguns estabelecimentos encontraram foi de fornecer desconto aos clientes que fizessem check-in no Foursquare. Henrique Gerimias, proprietário do açougue Carnegel, afirma que o benefício não atrai muitos clientes novos. “O desconto ganho através do check-in faz sucesso entre os mais jovens, já ouvi histórias de pessoas que desviaram seu caminho para vir comprar aqui. Eles acabam até comprando mais, por causa do desconto”, conta.

O açougue é um dos locais que providencia o desconto há bastante tempo, cerca de dois anos. Os estabelecimentos Croasonho e Esmalteria também usam o mesmo sistema de check-in em troca de desconto. De acordo com Eliana Marcuz e Samara Goulart, gerentes respectivamente da Esmalteria e do Croasonho, a clientela ainda não mostrou muito interesse pela estratégia implantada há menos de dois meses em ambos os locais.

O que significa Bosii?

Bosii é uma sigla inspirada no modelo dos algarismos wi-fi. O wi-fi é baseado em um padrão conhecido como IEEE 802.11, a grafia das letras remete a esses algarismos. Bosii também significa Bolha Open Social Internet.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares