seg 15 abr 2024
HomeCiência & TecnologiaA Ascensão do Discord nas Indústrias Gamer e Comunicacional

A Ascensão do Discord nas Indústrias Gamer e Comunicacional

A plataforma gamer que permite a comunicação online em diversas mídias cresceu rápido e alcançou grande espaço no mercado

A plataforma online Discord, originalmente uma desenvolvedora de jogos, foi lançada no dia 13 de maio de 2015, pelo CEO e cofundador da Discord Inc. Jason Citron. O Discord foi rapidamente adotada pela comunidade gamer por uma série de características: ela reconhece o que o usuário está jogando e se integra a seus perfis em plataformas de jogos, como Steam e Battle.net; é multiplataforma, rodando em navegadores e também Windows, macOS, Linux, iOS e Android; permite o chat através da criação de salas; possui servidores locais, o que diminui o atraso de voz entre as conversas; tem a possibilidade de conversas por texto, voz e vídeo, incluindo o compartilhamento de tela; e além de tudo ainda oferece a inserção de bots com diversas funções. A ferramenta pode ser usada tanto no PC para quem joga neste dispositivo, quanto no celular para os jogadores que preferem consoles, e conta com um design atraente e de fácil acesso que também contribuiu que se propagasse ainda mais facilmente.

Seu lançamento do Discord veio acompanhado do slogan: “É hora de abandonar o Skype e o TeamSpeak”, tornando pública a disputa com outras plataformas de comunicação online (incluindo também Ventrilo e Mumble). Sua interface similar à da plataforma já existente Slack também foi um ponto positivo, pois diminuiu a curva de aprendizado e acentuou a concorrência. Entretanto, apesar de crescer exponencialmente desde sua criação (140 milhões de usuários em 7 anos), o Discord ainda não se tornou uma grave ameaça a estes outros programas, que não apresentaram uma mudança negativa no fluxo de usuários.

Discord e Skype

Em 2017, a Discord Inc. valia 1,6 bilhões de dólares, o equivalente a quase 8 bilhões de reais. No ano anterior, em 2016, a Microsoft comprou o Skype por 8,5 bilhões de dólares (quase 43 bilhões de reais). Em 2021, ambas as empresas haviam crescido nesse patrimônio líquido, mas enquanto o Skype aumentou em 29% desde 2016, valendo quase 56 bilhões de dólares, Discord aumentou em 837% desde 2017, atingindo a marca de 15 bilhões de dólares faturados.

Desde o início do projeto os criadores da plataforma já percebiam que ela possuía força o suficiente para brigar de frente com a Microsoft, e em suas últimas campanhas o Discord passou a se posicionar como uma opção séria ao Skype para quem utiliza o cliente especificamente para conversar enquanto joga. Mas além disso, desde 2020, a ferramenta passou a chamar a atenção de escolas e empresas e ganhou outros públicos além dos gamers.

Um dos principais motivos para isto foi a inovação do compartilhamento de tela. “Este foi o recurso mais solicitado no Discord provavelmente por um ano consecutivo. Muita infraestrutura teve que ser construída para este lançamento”, diz o Diretor de Marketing Eros Resmini. Os recursos de vídeo do Discord são executados em 720p notavelmente suaves e nítidos a 30 quadros por segundo, o dobro da taxa de quadros de seu concorrente Skype. A superioridade da qualidade de imagem no compartilhamento de tela foi um dos fatores responsáveis por tornar a plataforma gamer uma favorita para as atividades exercidas pelos usuários.

Discord na Indústria Gamer

Em março de 2021, a Microsoft ofereceu US$ 10 bilhões (equivalente aproximadamente R$ 54,4 bilhões na época) à Discord Inc. para usar os serviços da plataforma em sua linha de consoles, a Xbox. Nessa época, a ferramenta registrava mais de 140 milhões de usuários ativos por mês havia faturado US$ 140 milhões em dezembro de 2020. O dinheiro oferecido pela Microsoft era uma quantia maior do que a estipulada pelo Discord no final do ano de 2020, quando estimou valer US$ 7 bilhões. Mesmo assim, a proposta foi rejeitada.

Depois dos rumores da suposta parceria entre Discord e Microsoft, a plataforma gamer fechou uma parceria de valor desconhecido com a Sony, concorrente direta da empresa de Bill Gates e desenvolvedora da linha de consoles PlayStation. Além da Microsoft, Amazon e Epic Games também estariam na lista de companhias que fizeram seus lances para adquirir o serviço.

Com a parceria, a Discord Inc. arrecadou recentemente quase US$ 480 milhões em financiamento. O PlayStation 4 é o segundo console mais vendido na história, com 110,4 milhões de unidades, atrás apenas do PlayStation 2, com mais de 155 milhões. Vale lembrar que apesar do Discord também estar disponível como aplicativo nos consoles da linha Xbox, sua funcionalidade é bastante limitada, permitindo apenas que os jogadores mudem seu status e convidem amigos para jogar junto.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Pular para o conteúdo