dom 04 dez 2022
HomeCopa 2022Bola rolando! Confira o Guia da Copa 2022

Bola rolando! Confira o Guia da Copa 2022

Catar e Equador abrem a competição neste domingo (20). Brasil, um dos favoritos, estreia na próxima quinta-feira. Confira destaques, possíveis surpresas e datas da Copa.

Chegou o grande dia! Neste domingo (20), a Copa do Mundo está de volta! O Catar, seleção anfitriã, recebe no Al Bayt Stadium, a seleção do Equador, às 13h00 (horário de Brasília) para o jogo de abertura do mundial. Serão 64 jogos, muita emoção e um só objetivo: levantar a taça de campeão do mundo no dia 18 de dezembro.

Aqui no Jornal Comunicação, você ficará por dentro para saber tudo sobre o evento que movimenta o mundo do futebol neste final de ano.

+ Saiba mais sobre a cobertura do Jornal Comunicação sobre a Copa do Mundo FIFA 2022

Formato de disputa

Na 22ª edição do torneio, serão 32 seleções – divididas em oito grupos de quatro seleções cada. Em cada grupo, os dois melhores avançam para as fases eliminatórias, em partidas de jogo único. A fase de grupos será de 20 de novembro até 2 de dezembro.

A etapa eliminatória começa em 3 de dezembro, com as oitavas de finais, e vai até 18 de dezembro com a grande final no Lusail Stadium

+ Veja aqui a tabela completa com as datas dos jogos da Copa do Mundo!

Seleção anfitriã

Como debutante na Copa do Mundo Fifa, o Catar é a anfitriã da competição. Campeão asiático em 2019, o Catar espera provocar algumas surpresas dentro de campo. Na questão de números e no ranking da Fifa, os donos da casa estão à frente apenas da Arabia Saudita e da seleção de Gana.

Em um grupo com a favorita Holanda, os anfitriões esperam disputar um segundo lugar com as seleções de Senegal e Equador. Os comandados por Félix Sánchez terão uma árdua missão se quiserem avançar de fase na competição.

O destaque catari é o jogador Almoez Ali. Atacante, 26 anos e o terceiro maior goleador da história da seleção, (39 gols), o jogador do Al Duhail se encontra sob orientações do técnico, e um dos maiores centroavantes de todos os tempos, o argentino Hernán Crespo.

Principais seleções

Os destaques deste ano ficarão por conta das seleções mais tradicionais: Brasil, Inglaterra, Argentina, França (atual campeã), Espanha, Alemanha, Portugal e Uruguai.

Outras seleções ainda correm por fora para a busca de um protagonismo na disputa. A Seleção da Bélgica chega mais uma vez como um destaque do velho mundo – além dos belgas, a forte geração da Dinamarca comandada por Eriksen e com jovem destaque Mikkel Damsgaard buscam os holofotes na corrida pelo título.

Representando os sul-americanos, o Uruguai, mesmo com dois títulos já conquistados e com o bom retrospecto em mundiais, chega como uma possível pedra no sapato das seleções mais bem estruturadas.

Comandados por Diego Alonso, os destaques uruguaios são: Federico Valverde (Real Madrid), Giorgian de Arrascaeta (Flamengo), Darwin Núñez (Liverpool), Luis Suárez (Nacional) e Edinson Cavani (Valência). Com alguns destaques como Suárez e Cavani, se encaminhando para sua possível última Copa do Mundo, a geração uruguaia chega muito bem preparada para o torneio mundial.

Atletas destaques

Em sua possível última Copa do Mundo, um dos maiores atletas do século, Cristiano Ronaldo, chega para a disputa do Mundial com 37 anos e com dois títulos (Eurocopa e a Nations League) já conquistados pela seleção de Portugal.

Eu quero jogar mais dois, três anos, no máximo. Quero terminar com 40, será uma boa idade. Mas eu não sei. Às vezes você planeja uma coisa para sua vida, e como eu disse várias vezes, a vida é dinâmica

Cristiano Ronaldo, em entrevista ao apresentador Piers Morgan, na TalkTV.

Pela seleção portuguesa em mundiais, Cristiano Ronaldo está indo para a sua quinta participação e nenhum título conquistado. No mundial, são 17 partidas disputadas e sete gols marcados. Ele já é o segundo maior artilheiro de Portugal em mundiais, atrás somente do atacante Eusébio (nove gols).

Enfrentando um momento difícil no Manchester United, Cristiano Ronaldo deve disputar o último mundial da carreira. Foto: Divulgação (Getty Images)

Além de Cristiano Ronaldo, Lionel Messi é mais um daqueles atletas que quando estão em disputa, qualquer apaixonado por futebol senta para assistir. Com 35 anos e já tendo colecionado sete Bolas de Ouro/Melhor Jogador do Mundo pela FIFA, o argentino chega para a sua quinta Copa do Mundo.

“Não sei se somos os grandes candidatos, mas a Argentina é, sim, candidata sempre, pela história, pelo que significa. Ainda mais agora no momento que chegamos. Mas não somos os maiores favoritos, para mim. Há outras seleções que estão acima de nós hoje, mas estamos muito perto”

Lionel Messi, em entrevista ao STAR+

Após uma temporada de baixa pelo Paris Saint-Germain, Messi chega ao Catar com a certeza que esse será seu último mundial pela seleção.

Apesar de ter sido eleito o melhor jogador da Copa de 2014, Messi nunca teve atuações próximas as que teve no Barcelona Foto: Divulgação (Getty Images)

O Brasil no Catar 2022

Inegavelmente, o Brasil é um dos grandes favoritos para a disputa. Comandados por Adenor Bachi, o Tite, os brasileiros chegam ao mundial sem nenhum corte por lesão e com os atletas no auge físico e técnico.

Neymar, Vinícius Júnior, Richarlison, Alisson, Raphinha, Anthony, Militão e Rodrygo são os grandes destaques.

Na convocação, Tite optou por alguns atletas mais experientes para também fazerem parte do plantel, como o meia Everton Ribeiro (Flamengo), de 33 anos, o goleiro Weverton (Palmeiras), de 34 anos, o zagueiro Thiago Silva (Chelsea), de 38 anos, e o mais experiente, lateral direito Daniel Alves (Pumas), de 39 anos.

O mundial do Catar será o primeiro em que as seleções puderam convocar 26 jogadores e que poderão fazer até cinco substituições durante as partidas (Lucas Figueiredo/CBF)

O Brasil chega para a disputa com 16 atletas estreantes em mundiais. Em comparação com a seleção que disputou a Copa de 2018, são 17 novidades. Participante do grupo G, o Brasil tem em seu grupo as seleções da Sérvia, Suíça e Camarões.

Na busca pelo hexa, a seleção brasileira estreia na quinta-feira (24), às 16h00 (horário de Brasília), contra a Sérvia.

NOTÍCIAS RELACIONADAS