seg 18 out 2021
HomeDestaquesCoritiba Crocodiles domina Foz do Iguaçu Black Sharks e segue sonhando com...

Coritiba Crocodiles domina Foz do Iguaçu Black Sharks e segue sonhando com o Paraná Bowl

O hexacampeão paranaense Coritiba Crocodiles visitou o atual campeão da Liga Nacional, o Foz do Iguaçu Black Sharks, neste sábado (28).

Sem dar chances, o time da capital domina o jogo do início ao fim com a volta do seu quarterback Todd, algo que dá outra dinâmica ao jogo do Croco.

Para o Black Sharks, resta entender que não falta vontade e honra em campo, mas que ainda necessita de um entrosamento do time com as suas novas contratações.

O jogo

FBS x CRC 1
O ambiente é de churrasco no estádio da Vila A em Foz do Iguaçu. A torcida come espetinhos enquanto os times se “degladiam” em campo. Tudo isso em meio ao tradicional clima abafado da cidade das Cataratas (Foto: Carlos Baldo)

O Sharks começa com a posse da bola, pressionando o Croco com o seu jogo físico e corridas ferozes. Contudo, os crocodilos usam sua experiência e observam o time iguaçuense executar faltas disciplinares que acabam jogando-o contra a parede e ajudam-no a tomar um safety. Black Sharks 0 × 2 Crocodiles.

Com a volta do quarterback Todd, o Crocodiles parece outro time. Os jogadores dele aparentam estar “mordidos” com a derrota do jogo passado para o Paraná HP. Todd começa o show do Croco lançando um passe para a linha de fundo. Touchdown do Coritiba Crocodiles.

Os jogadores do Sharks sentem a pressão, mas lutam com bravura. O problema é que a vontade dos jogadores continua se transformando em faltas excessivas. Azteca faz uma bela jogada quebrando várias pancadas dos crocodilos, mas não é o suficiente para pontuar.

FBS x CRC 2
A necessidade do time de Foz do Iguaçu é de uma interceptação, essa que é realizada por Priske depois de bela jogada na lateral. Contudo, os tubarões não aproveitam a chance e devolvem a bola mais uma vez (Foto: Carlos Baldo)

Então, o Croco resolve pontuar. Com corridas malucas de Bruno Santucci, os crocodilos ganham território, e depois Todd faz mais um lançamento – dessa vez de 24 jardas – para touchdown. Black Sharks 0 × 16 Crocodiles.

O Black Sharks não tem tempo para respirar. Enquanto os jogadores se recuperam do touchdown sofrido, mais uma corrida violenta é feita, touchdown do Crocodiles. Black Sharks 0 × 23 Crocodiles.

Reagir e lutar pela honra diante da sua torcida é necessário para os tubarões. O número #59 Pulga honra a camisa do atual campeão da Liga Nacional e faz uma interceptação com retorno para touchdown de 50 jardas, recuperando assim a moral do time.

Enquanto o jogo vem se reequilibrando no campo, Brasil é decisivo mais uma vez. Dessa vez, é com uma interceptação com direito a outra corrida violenta. No lance seguinte, um fake do quarterback Zé se torna mais um touchdown do Croco. Black Sharks 7 × 29 Crocodiles.

No apagar das luzes, quem fica no campo da Vila A pode presenciar um belo touchdown do Sharks com a conexão aérea de Chuck para Gaso. Após o TD, mais uma conversão de dois pontos. Fim da partida em Foz do Iguaçu. Black Sharks 15 × 29 Crocodiles.

Próximos embates

Na próxima rodada, o Foz do Iguaçu Black Sharks enfrentará o Curitiba Guardian Saints no dia 11, enquanto o Coritiba Crocodiles jogará contra o Norte Paraná no dia 12. Horários e locais de realização ainda serão divulgados pela Federação Paranaense de Futebol Americano.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares

Comentários recentes