ter 26 out 2021
HomeComportamentoDeixe o estresse de lado

Deixe o estresse de lado

Técnicas novas são alternativas no mercado para quem quer combater o estresse. Na foto, “Floresta Encantada - livro de colorir e caça-tesouro anti-estresse”. (Foto: Jean Carlos Gemeli)
Técnicas novas são alternativas no mercado para quem quer combater o estresse. Na foto, “Floresta Encantada – livro de colorir e caça-tesouro anti-estresse”. (Foto: Jean Carlos Gemeli)

Um dos males do nosso século, o estresse não causa apenas um sintoma no indivíduo atingido, mas acaba afetando as pessoas que convivem com o ‘estressado’. Os sintomas podem ser medo, irritação, nervosismo e desconforto, e as consequências são graves, pois o estresse afeta o sistema cardiovascular e pode causar doenças perigosas, como trombose, arritmias e coagulação do sangue. Doenças respiratórias e dermatológicas também podem ser desenvolvidas. Às vezes, o estresse não é percebido como moléstia, por parecer natural, mas é um ator muito prejudicial à saúde.

O designer gráfico Guilherme Ortiz, 22, conta que demorou para notar que estava com um nível de estresse acima do normal, e só percebeu os sintomas quando foi alertado por familiares e amigos. “O meu corpo já vinha demonstrando alguns sinais, como espasmos musculares frequentes e em várias partes do corpo: na coxa, na panturrilha e no tórax. E eu estava muito ansioso”, conta Ortiz. Na época, o designer trabalhava em período integral e estava terminando a faculdade, o que elevou as preocupações cotidianas. Foi quando um amigo indicou um site que continha técnicas “zen” para desestressar. “Pratico meditação há um ano e yoga há seis meses”, conta Ortiz, que procurava por atividades que fossem diferentes da academia convencional e se encaixassem no dia-a-dia corrido. “Logo depois do café-da-manhã eu paro dez minutos e aproveito o silêncio. A yoga eu faço com acompanhamento profissional. São hábitos que tem que se incorporar na vida de uma forma gostosa”, complementa Ortiz, afirmando que além dos benefícios físicos, as práticas lhe devolveram a criatividade, melhoraram a memória, e lhe deram consciência corporal e respiratória.

Os resultados nem sempre são rápidos, variando de pessoa para pessoa, mas são visíveis no corpo e na mente. E Guilherme recomenda  que as práticas devem se tornar prazerosas, e não uma obrigação. “Faça por amor a você mesmo, e assim você pode compartilhar suas experiências com outras pessoas que precisem”, diz o designer.

Porém, nem sempre é necessário se envolver com atividades físicas para aliviar o desgaste físico e emocional. A ilustradora Johanna Bastford lançou, recentemente, os livros Jardim Secreto e Floresta Encantada, ambos livros de colorir para adultos. As várias páginas contêm imagens para colorir e caças-tesouro usados como técnicas antiestresse. Os livros foram um estouro de vendas e percorreram o mundo, por trazerem benefícios sociais e psicológicos aos que escolhem pintar e desenhar nas páginas.

O maior preconceito provocado pelos livros é a ideia de que colorir é coisa de criança. Um erro: Jardim Secreto e Floresta Encantada estimulam a coordenação, a percepção visual, a criatividade e a atenção do indivíduo, independente da idade, enquanto ele exerce as atividades propostas.

 

A estudante Paula Pigatto e o livro Jardim Secreto.  (Foto: arquivo pessoal)
A estudante Paula Pigatto e o livro Jardim Secreto.
(Foto: arquivo pessoal)

Para a estudante de publicidade Paula Silveira Pigatto, 18, as cores e os detalhes foram o chamariz para a compra de Jardim Secreto. “As crianças são mais criativas, elas rabiscam, recortam, pintam. Eu também preciso fazer isso. A pintura me inspira, me ensina a perceber detalhes”, comenta. Para Pigatto, finalizar o dia pintando, ajuda a quebrar a rotina estressante. “Depois da correria do dia, quando você para em casa, é um momento para relaxar e não pensar em nada, só em qual lápis de cor usar”, afirma a estudante. Ela diz ter adorado o livro, pois as técnicas antiestresse acontecem de forma involuntária no decorrer das páginas.

Cotidiano

Embora a prática de exercícios seja uma das principais recomendações antiestresse, existem pequenas técnicas que podem se aliar ao cotidiano. Manter uma alimentação saudável e ter uma boa noite de sono, por exemplo, é fundamental. Na imagem interativa abaixo, o Jornal Comunicação traz dicas antiestresse simples, que podem ser aderidas ao dia a dia facilmente.

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares

Comentários recentes