dom 21 abr 2024
HomeCidadeFestival de Curitiba atrai público diversificado e movimenta a Região Metropolitana

Festival de Curitiba atrai público diversificado e movimenta a Região Metropolitana

Apresentações de teatro poderão ser vistos em Pinhais, Campo Largo, Campina Grande do Sul, São José dos Pinhais e Araucária

A 32ª edição do Festival de Curitiba vai até 7 de abril e tem programação especial nos municípios da Região Metropolitana da capital paranaense (RMC). Entre elas, está o Fringe, que conta com mostra de teatro de rua. Os espetáculos são uma oportunidade de levar a arte e o teatro para mais públicos.

O Festival iniciou em 1992 com o objetivo de promover a arte. Atualmente é um dos eventos mais relevantes na indústria cultural brasileira. Ao todo, oferece mais de 300 atrações divididas em Mostra Lúcia Camargo, Fringe, Mostra Surda, Risorama, MishMash, Programa Guritiba, Gastronomix, Risorama e Interlocuções.  Este ano, os espetáculos não movimentam somente a região de Curitiba, mas outras cinco cidades com apresentações de teatro, oficinas e mostras. 

Em Araucária, é o terceiro ano que acontecem apresentações do Fringe, com a Mostra Casa Eliseu Voronkoff. A primeira parceria com o Festival foi em 2019, conta a sócia administradora da Casa, Ana Paula Frazão. No total serão sete espetáculos e duas oficinas. 

Espetáculo do Grupo Gota, Poeira e Pó em frente a Universidade Federal do Paraná, na Praça Santos Andrade. Foto: Nayara Almeida

Toda a programação do Fringe Araucária é uma produção do grupo, pelos Núcleo de Pesquisa Teatral, Núcleo de Pesquisa em Dança e os cursos permanentes. Os espetáculos vão acontecer na sede da Casa Voronkoff, no Teatro da Praça e no Centro de Esportes Unificado (CEU). 

A sessão de estreia do espetáculo “Ausências”, na última sexta-feira (29), lotou o a casa. O espetáculo é uma criação dos alunos em conjunto com o professor de teatro e diretor, Maicon Silveiro da Silva. A peça tem como plano de fundo o quarto de Van Gogh e da Frida Kahlo, evidenciando as questões humanas e as emoções das pessoas que vivem em um condomínio. 

Silveira revela que as maiores dificuldades para a realização da peça é a questão financeira, visto que há muitos gastos, ainda que este ano tenha tido subsidiado pelo Fringe, para realizar as apresentações na cidade.

Ana Paula Franza em Coletiva de Imprensa do Festival de Curitiba, dia 28/3, sobre a III Mostra Casa Eliseu Voronkoff. Foto: Annelize Tozetto.

No entanto, a procura do público está surpreendendo, segundo a Ana Paula Frazão, há um interesse maior em relação a arte e a cultura, principalmente após a pandemia. O fator das mostras irem além da capital interfere no interesse do público, para que se sintam parte do espetáculo e da cultura. 

Na cidade de Campo Largo a programação conta com quatro apresentações, duas na terça-feira (02/04) e outras duas no sábado (06/04). Os espetáculos vão acontecer na Praça do Museu, no centro da cidade, um dos pontos mais movimentados e de fácil acesso. O espetáculo (Des)enterro, vai acontecer na Chácara do Vicente, em Campo Largo, e será disponibilizado um ônibus gratuito, com saída às 16h30, na Rua dos Funcionários 1753, nos dias 5 e 6 de abril. Para mais informações, clique aqui

A peça faz parte da mostra de trabalhos de conclusão de curso de Artes Cênicas da Faculdade de Artes do Paraná, e resgata memórias afetivas e a ancestralidade através do conto, contação de histórias, simpatias, orações e magias.

A moradora de Campo Largo e estudante, Julia Gonçalves, 21 anos, conta que está com expectativas para assistir ao Festival na cidade. “Estou extremamente animada pela minha cidade ter sido incluída no Festival, pois esses eventos culturais não são tão frequentes aqui. Acredito que a população vai se beneficiar muito em ter um novo programa para fazer durante essa primeira semana de abril”.

As atrizes do espetáculo são: Beth Maria, Isabela Karpen, Isabella Cavalcanti, Mariably Ivanka e Victoria Wendler. Créditos: Instagram @des.enterro

Inclusão do Festival as outras regiões

Em 2017, o Fringe já contava com 1600 artistas se apresentando em Curitiba e na região metropolitana. Após a pandemia, no ano passado, o evento contou com 250 atrações, 250 mil espectadores. 

De acordo com a sócia administradora, quando se inverte a lógica de levar o acesso das artes as regiões em torno da capital é uma diferença muito grande, pois o público que já consome e que estão dispostas a pagar vão até Curitiba para ter acesso. “É um evento importante para o país, feito com lei de incentivo, então eu acho que quanto mais longe ele chega, quanto mais ele abraça a população, principalmente a população que mais precisa ter acesso”, afirma.

Peça Érebo, será exibida na Casa Eliseu Voronkoff, tem sessões no dia 29 e 30 de março, às 21h. Foto: Carlos Poly

Alguns dos espetáculos oferecidos pela Casa Eliseu Voronkoff são realizados em bairros periféricos, como o Capela Velha, em Araucária. “O Festival com as mostras, com a ocupação dos espaços independentes avançar para a periferia e para as cidades do entorno, que nem sempre tem esse acesso a essa oportunidade de ter espetáculos, oficinas e exposições acontecendo”, ressalta Ana Paula Frazão.

Assim como conta a moradora de Campo Largo, Julia Gonçalves, explica que para ela é importante as apresentações nas RMC, já as pessoas que não vivem na capital muitas vezes não tem como se deslocar até lá, pelo tempo que gastam até Curitiba para assistir ao espetáculo. “Por ser na própria cidade, é muito mais fácil encontrar um tempo para participar, principalmente por Campo Largo ser uma cidade pequena e você conseguir chegar no centro em poucos minutos”. Para Julia, que trabalha na região na RMC e se desloca todos os dias entre as cidades, é necessário trazer as apresentações para outras cidades, pois é uma forma de dissipar a cultura para outras regiões e populações. “Na minha perspectiva, atualmente esse eixo cultural fica muito centralizado em Curitiba e não consegue “furar a bolha” para atingir públicos diferentes”, afirma ela.

Serviço:

Apresentações em Campo Largo:

Carlos Filipe em Apuros 

  • Classificação: Livre
  • Gênero: Circo
  • Duração: 40 minutos
  • Dia: 02/04
  • Horário: 10h30
  • Local: Praça Getúlio Vargas – Rua XV de Novembro, 2423, Centro
  • Com intérprete de libras

A Estupenda Magnífica Quase-Perfeita, Mas Nem Tanto, Invenção dos Irmãos Cábron 

  • Classificação: +10 anos
  • Gênero: Infantil
  • Duração: 30 minutos
  • Dia: 02/04
  • Horário: 15h
  • Local: Praça Getúlio Vargas – Rua XV de Novembro, 2423, Centro

Micaretinha Rocambole – do Samba ao Rock ‘n’ Roll 

  • Classificação: Livre
  • Gênero: Infantil
  • Duração: 50 minutos
  • Dia: 06/04
  • Horário: 10h
  • Local: Praça Getúlio Vargas – Rua XV de Novembro, 2423, Centro

Um Passarinho me Contou 

  • Classificação: Livre
  • Gênero: Infantil
  • Duração: 35 minutos
  • Dia: 06/04
  • Horário: 14h
  • Local: Praça Getúlio Vargas
  • Rua XV de Novembro, 2423, Centro

Apresentações em Campina Grande do Sul

Contarolando Histórias pelo Mundom – Histórias de Princesas Guerreiras

  • Classificação: Livre
  • Gênero: Infantil
  • Duração: 40 minutos
  • Dia: 01/04
  • Horário: 15h
  • Local: Praça Bento Munhoz da Rocha Neto/Campina Grande do Sul
  • Com intérprete de Libras

Na Toada do Coração – O Pequeno Príncipe

  • Classificação: Livre
  • Gênero: Infantil
  • Duração: 60 minutos
  • Dia: 04/04
  • Horário: 10h30
  • Local: Praça Bento Munhoz da Rocha Neto/Campina Grande do Sul
  • Com intérprete de Libras

Um Passarinho Me Contou

  • Classificação: Livre
  • Gênero: Infantil
  • Duração: 35 minutos
  • Dia: 04/04
  • Horário: 15h
  • Local: Praça Bento Munhoz da Rocha Neto /Campina Grande do Sul

Circuito independente – Pinhais:

As mentiras que os homens sempre contam 

  • Classificação: 14 anos
  • Gênero: Comédia
  • Duração: 80 minutos
  • Dia: 06/04 – 21h
  • 07/04 – 19h
  • Ingresso:  R$20 e R$40
  • Local: Centro Cultural Wanda dos Santos Mallmann – Rua Vinte e Dois de Abril, 305.

Como conquistar uma mulher sem dinheiro, sem carro e desempregado em Curitiba

  • Classificação: 16 anos
  • Gênero: Comédia
  • Duração: 60 minutos
  • Dia: 05/04 – 19h
  • Ingresso:  R$20 e R$40
  • Local: Centro Cultural Wanda dos Santos Mallmann – Rua Vinte e Dois de Abril, 305.

Como encontrar alguém especial, sem ajuda de rede social

  • Classificação: 14 anos
  • Gênero: Comédia
  • Duração: 60 minutos
  • Dia: 31/03 – 19h
  • 04/04 – 20h
  • 07/04 – 21h
  • Ingresso:  R$20 e R$40
  • Local: Centro Cultural Wanda dos Santos Mallmann – Rua Vinte e Dois de Abril, 305.

Ex-trago a pessoa amada em 3 dias, não aceito devoluções

  • Classificação: 14 anos
  • Gênero: Comédia
  • Duração: 80 minutos
  • Dia: 28/03 – 20h
  • 06/04 – 19h
  • 05/04 – 21h
  • Ingresso:  R$20 e R$40
  • Local: Centro Cultural Wanda dos Santos Mallmann – Rua Vinte e Dois de Abril, 305.

Homem aranha no multiverso

  • Classificação: Livre
  • Gênero: Infantil
  • Duração: 60 minutos
  • Dia: 06/04 – 16h
  • 07/04 – 14h
  • Ingresso:  R$20 e R$40
  • Local: Centro Cultural Wanda dos Santos Mallmann – Rua Vinte e Dois de Abril, 305.

Frozen e as Princesas

  • Classificação: Livre
  • Gênero: Infantil
  • Duração: 60 minutos
  • Dia: 31/03 e 07/04 – 16h
  • 06/04 – 14h
  • Ingresso:  R$20 e R$40
  • Local: Centro Cultural Wanda dos Santos Mallmann – Rua Vinte e Dois de Abril, 305.

A calçada 

  • Classificação: 14 anos
  • Gênero: Drama
  • Duração: 30 minutos
  • Dia: 02/04 – 20h
  • 06/04 – 19h
  • Ingresso: Sistema Pague Quanto Vale
  • Local: Teatro do CEU – Rua Rio Trombetas, 828 / Planta Bairro Weissópolis

Até que ponto

  • Classificação: 14 anos
  • Gênero: Drama
  • Duração: 30 minutos
  • 03/04 – 15h
  • Ingresso: Sistema Pague Quanto Vale
  • Local: Teatro do CEU – Rua Rio Trombetas, 828 / Planta Bairro Weissópolis

Até o diabo teme a sogra

  • Classificação: 12 anos
  • Gênero: Comédia
  • Duração: 60 minutos
  • Dia: 31/03 – 19h
  • 04/04 – 15h
  • Local: Teatro do CEU – Rua Rio Trombetas, 828 / Planta Bairro Weissópolis
  • Ingresso: Sistema Pague Quanto Vale

Artemiz: Raízes da essência

  • Classificação: 12 anos
  • Gênero: Música
  • Duração: 40 minutos
  • Dia: 05/04 – 19h
  • Local: Teatro do CEU – Rua Rio Trombetas, 828 / Planta Bairro Weissópolis
  • Ingresso: Sistema Pague Quanto Vale

2ª Mostra Fexo de Teatro Egresso da UNESPAR

(Des)enterro

  • Classificação: 14 anos
  • Gênero: Imersivo
  • Duração: 60 minutos
  • Dias: 01/04 e 02/04
  • Horário: 18h
  • Local: Chácara do Vicente /Campo Largo

Apresentações Araucária:

Exposição Cenários Imaginários

  • Classificação: Livre
  • Gênero: Desenho
  • Duração: 60 minutos
  • Dia: 07/04
  • Horário: 20h
  • Local: Casa Eliseu Voronkoff – Rua Julieta Vidal Ozório, 413, Centro, Araucária

As seis

  • Classificação: Livre
  • Gênero: Contemporâneo
  • Duração: 45 minutos
  • Dia: 07/04 – 14h
  • Local: Casa Eliseu Voronkoff – Rua Julieta Vidal Ozório, 413, Centro, Araucária
  • Dia: 06/04 – 15h
  • Local: Teatro da Praça – R. São Vicente de Paulo, 1091 – Centro

Rapunzel Circus

  • Classificação: Livre
  • Gênero: Animação
  • Duração: 45 minutos
  • Dia: 07/04
  • Horário: 17h
  • Local: Centro de Artes e Esportes Unificado – CEU – R. Beija-flor, 1469 – Capela Velha

Imaginadores

  • Classificação: Livre
  • Gênero: Infantil
  • Duração: 20 minutos
  • Dia: 07/04 – 17h
  • Local: Centro de Artes e Esportes Unificado – CEU – R. Beija-flor, 1469 – Capela Velha
  • Dia: 05/04 – 20h
  • Local: Teatro da Praça – R. São Vicente de Paulo, 1091 – Centro

Ouve! Só me ouve

  • Classificação: Livre
  • Gênero: Dança
  • Duração: 50 minutos
  • Dia: 05/04
  • Horário: 20h
  • Local: Teatro da Praça – R. São Vicente de Paulo, 1091 – Centro

Oficinas em Araucária

Oficina de Videodança

  • Classificação: Livre
  • Gênero: Oficina
  • Duração: 180 minutos
  • Dia: 05/04
  • Horário: 9h
  • Local: Centro de Artes e Esportes Unificado – CEU – R. Beija-flor, 1469 – Capela Velha
  • Inscrições pelo site

Cenas Curtas de Formas Animadas

  • Classificação: Livre
  • Gênero: Oficina
  • Duração: 360 minutos
  • Dia: 05/04 e 06/04
  • Horário: 14h
  • Local: Centro de Artes e Esportes Unificado – CEU – R. Beija-flor, 1469 – Capela Velha
  • Inscrições pelo site
Nayara Almeida
Estudante de Jornalismo da UFPR.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nayara Almeida
Estudante de Jornalismo da UFPR.
Pular para o conteúdo