sáb 18 maio 2024
HomeCidadeFringe explora as fronteiras e atinge o público de cinco regiões metropolitanas...

Fringe explora as fronteiras e atinge o público de cinco regiões metropolitanas de Curitiba

O Fringe, mostra de rua do Festival de Curitiba, desta edição expande ainda mais as apresentações para cinco das cidades metropolitanas, são elas: Araucária, Campo Largo, São José dos Pinhais, Campina Grande do Sul e Pinhais. Com isso, são cerca de 38 apresentações de teatro, música e oficinas nas regiões. 

Em Araucária, a programação foi feita pela Casa Eliseu Voronkoff, a sócia administradora e gestora da Casa, Ana Paula Frazão, destaca a importância de apresentações fora do eixo principal da mostra na capital, para que o público se sinta parte do Festival. Dessa forma, a produtora de rua do Festival, Thayna Batista, destaca que em Campina Grande do Sul o apoio cultural da cidade é necessário para atingir cada vez mais público para as apresentações, como aconteceu na cidade com o público infantil em parceria com as escolas. Além disso, a apresentação “Micaretinha Rocambole – Do Samba ao Rock N’ Roll”, no sábado (06/04), em Campo Largo, divertiu crianças e adultos com interações ao público e muito confete pelos ares. Assim, as terapeutas Marcela Fernanda e Andreia Campesi relatam que mesmo não sendo o público alvo puderam colocar suas “crianças interiores” para brincarem. 

O grupo “Rocambole”, de São Paulo, tem quatro anos de trajetória. Durante suas apresentações, eles proporcionam uma experiência interativa e lúdica para as crianças, convidando o público a participar por meio de interações, jogos e música. 

Acompanhe a repercussão do Festival de Curitiba nas RMC, na reportagem de Nayara Almeida e Erika Boslooper

Nayara Almeida
Estudante de Jornalismo da UFPR.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nayara Almeida
Estudante de Jornalismo da UFPR.
Pular para o conteúdo