qui 28 out 2021
HomeDestaquesO football dos brasileiros

O football dos brasileiros

Seleção brasileira de futebol americano (Foto: Divulgação)
Seleção brasileira de futebol americano
(Foto: Divulgação)

No último fim de semana, a seleção brasileira de futebol americano conquistou a inédita vaga para o mundial da categoria, vencendo o Panamá pelo placar de 26 a 14. O mundial acontecerá em julho deste ano e contará com a participação de seleções experientes.

O estado do Paraná tem grande influência no esporte, com um dos campeonatos estaduais mais competitivos do país e um grande número (sete convocados) de jogadores dos times paranaenses foi chamado para a seleção. Curitiba chega a ser considerada a capital do esporte, por ter grandes times que se instalaram e ainda ser a única cidade a ter um representante em todos os anos da final do campeonato brasileiro da modalidade.

Os atletas ainda sofrem com a falta de apoio para as grandes competições, como o mundial, mas com a grande popularização do esporte, a profissionalização deve ser um passo natural.

O jogador Guilhermo Gulin, que atua no time Paraná HP e esteve na partida que classificou o Brasil, afirma que as maiores dificuldades na prática do esporte são a falta de incentivo financeiro dos clubes e isso não permite que os atletas se dediquem apenas ao esporte. “Deixamos a família de lado e temos que arcar com custos da prática, como material e viagens”, conta. Contudo, o jogador do Paraná HP afirma que estas dificuldades fortalecem a união do time e ajudam a vencer desafios, como foi o Panamá.

Sobre o destino do esporte, Guilhermo pensa que a vaga poderá aumentar a visibilidade,  gerando mais oportunidades para a captação de recursos e a profissionalização, diminuindo as dificuldades na prática esportiva. “Estamos trabalhando forte para profissionalizar cada dia mais o futebol americano e reduzir as dificuldades da sua prática”, diz.

O presidente do UFPR Brown Spiders, time que disputa o paranaense de futebol americano, Leandro Morozowski, 39 anos, afirma que as maiores dificuldades estão relacionadas à falta de apoio e aos materiais esportivos, os quais ainda tem pouca circulação e produção no país.

Leandro acredita que o Brasil só irá evoluir com um número maior de pessoas vindo de fora para treinar no país e quando os olhos estrangeiros ficarem mais atentos para essa possível nova potência esportiva.

O campeonato paranaense de futebol americano de 2015 começa no dia 28 de fevereiro, e as datas estão disponíveis no site da federação.

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares