seg 18 out 2021
HomeDestaquesFesta do Rosário reúne curitibanos em prol do movimento negro

Festa do Rosário reúne curitibanos em prol do movimento negro

O Dia da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro, marca uma celebração da cultura afro-descendente no Brasil. Em Curitiba, a capital mais negra da região Sul, a data foi considerada feriado facultativo.

Apesar disso, o Centro Cultural Humaita, com o intuito de conscientizar a maior parte da população, promoveu a Festa do Rosário, uma ampliação da lavação das escadarias da antiga Igreja do Rosário dos Homens Pretos de São Benedito, no Largo da Ordem, que acontece desde 2009. O evento contou com shows, feiras e várias outras atividades da cultura negra, sempre com a proposta de reflexão a respeito dos temas. O evento se estendeu pelo dia todo na quinta feira, dia 20, e contou com uma boa média de público.

Festa do Rosário

Melissa Reinehr, uma das fundadoras do Centro Cultural Humaita, afirma que o evento serviu para unificar o movimento afro e chamar a atenção do maior número de pessoas possíveis para a causa. “A Festa do Rosário, por ser realizada no Largo da Ordem, um local de grande importância histórica para o movimento negro, agrega as pessoas em torno dessa consciência em comum”, explica.

A Festa do Rosário teve boa aceitação tanto por integrantes do movimento afro quanto pelo resto da população, a grande participação das escolas da cidade e o incentivo municipal também foram fatores importantes para as dimensões alcançadas pela celebração. Para Juliana Souza, que participa ativamente de organizações em prol das causas negras, eventos como a Festa do Rosário têm forte importância na questão de visibilidade. “Precisamos conquistar todos os espaços, levando a nossa cultura e mostrando a importância dela, e buscando sempre o reconhecimento da nossa identidade”, opina.

Por conta do sucesso desse ano, os planos do centro Humaita para 2015 são otimistas.  “Foi tão bom quanto nós esperávamos. Neste ano, a festa começou pequena, somente por um dia, mas o nosso intuito é, já no ano que vem, aumentar o número de dias do evento na semana”, conta Melissa.

IMG_2292-2
A Igreja do Rosário dos Homens Pretos de São Benedito, no Largo da Ordem, foi o cenário da comemoração curitibana. Foto: Maíra Roesler

A capital mais negra do Sul

Em Curitiba, 24% da população é negra, porcentagem maior que a de Florianópolis e Porto Alegre, o que faz da capital paranaense a mais negra entre as capitais da região Sul. Por esse e por diversos outros motivos, o feriado facultativo para o Dia da Consciência Negra – decisão tomada por pressão do comércio – foi muito criticado.  Juliana Souza opina que essa situação não é ideal, mas que não desanima o movimento. “Fico triste por isso, é claro, mas é a realidade, e nós não deixaremos de lutar pela visibilidade e pelos nossos direitos”, garante Juliana.

Melissa Reinehr trata da invisibilidade que a luta do movimento afro sofre em Curitiba e do caráter preconceituoso da decisão pelo feriado facultativo. “Trata-se de um racismo estrutural, institucional e velado. Essa não é uma questão pessoal, em que se observa preconceito de uma pessoa para a outra, mas sim uma questão histórica”, comenta Melissa.

O ensino afro nas escolas

Desde 2003, as escolas são obrigadas a incluir em seus currículos a história dos africanos e indígenas no país, graças à Lei Federal 10.639/03. O intuito é que se deixe de ensinar essa parte da história como algo folclórico. Melissa atenta para a importância dessa determinação no sentido de que as pessoas escravizadas eram, antes de mais nada, seres humanos como todos os outros. “Os africanos que vinham para cá não eram simplesmente escravos. Eles eram reis, rainhas, soldados, poetas e caçadores, cada um com profissão e características individuais, que foram transformados em mercadoria sem individualidade pelos europeus”, explica a militante.

Para mais informações sobre o movimento afro-brasileiro em Curitiba acesse o site do  Centro Cultural Humaita.
O Comunicação fez uma galeria especial sobre A Festa do Rosário, confira!

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Populares

Comentários recentes